quarta-feira, 13 de maio de 2009

* RESUMO NOTÍCIAS PRINCIPAIS JORNAIS 14/05/2009

O Globo

Manchete: Governo vai taxar poupança e incentivar aplicação de fundos
Cadernetas com saldo acima de R$ 50 mil vão pagar IR em 2010
Os saldos em poupança acima de R$ 50 mil ficarão sujeitos a Imposto de Renda em 2010, enquanto a tributação sobre os fundos de investimento deverá cair até o fim deste ano de 22,5% para 15%. A taxação da poupança, que ainda terá de passar pelo Congresso, atingirá 1% das contas e 41% do total de recursos (R$ 110 bilhões).
O objetivo do governo é impedir que grandes aplicadores migrem dos fundos para as cadernetas em busca de rendimentos maiores e isenção fiscal – como é hoje – no momento em que os juros básicos (Selic) caem. Para especialistas, no entanto, a medida não enfrenta a questão da indexação do sistema financeiro. O governo teria optado por não arcar com o custo político de mexer na Taxa Referencial (TR) e montado uma engenharia financeira para mostrar que só vai onerar investidores de grande porte. (págs. 1, 17 a 20 e Míriam Leitão)

Foi
Deputado que se lixa para a opinião pública é destituído
Dez dias após dizer que se lixa para a opinião pública e deixar claro que não puniria o colega do castelo, Edmar Moreira, o deputado Sergio Moraes (PTB-RS) perdeu ontem o cargo de relator no Conselho de Ética da Câmara. Ele pediu desculpas pela frase, mas disse que não a retiraria. Moraes será substituído por Nazareno Fonteles (PT/PI), que foi acusado de envolvimento no mercado negro de passagens operado por agências de viagens e servidores, mas nega participação nas irregularidades. Em Santa Cruz do Sul, pequena cidade gaúcha, a mulher de Moraes, a prefeita Neiva Terezinha, que prefere ser chamada de Kelly, também se lixa para a opinião pública: vai trocar o carro oficial de 2006 por outro mais novo e luxuoso, de R$ 81 mil. (págs. 1 e 3)

Deputado a 190km tinha ‘hálito etílico’
Boletim do Corpo de Bombeiros informa que o deputado estadual do Paraná Fernando Ribas Carli Filho (PSB) estava embriagado na hora do acidente que causou a morte de dois jovens. Segundo os bombeiros, o deputado tinha “hálito etílico”. Ele dirigia a 190km por hora e estava com a carteira suspensa. A família de uma das vítimas pediu à Assembléia a cassação do parlamentar. (págs. 1 e 8)

Charge Chico: Ainda no restaurante 3 Poderes...- Ah, bom!

Obama recua e veta fotos de tortura
O presidente dos EUA voltou atrás e decidiu vetar a divulgação de fotos de abuso a prisioneiros em busca no exterior. Ele alega que as imagens atrapalham as ações militares no Iraque e no Afeganistão. (págs. 1 e 26)

Meningite e dengue matam 90 na Bahia
Desde o começo do ano, meningite e dengue já mataram 90 pessoas na Bahia, mas as autoridades dizem não haver epidemia das duas doenças. Só de dengue, são mais de 66 mil casos notificados. (págs. 1 e 9)

Sigilo pode cair em crimes de direitos humanos
Projeto enviado ao Congresso pelo Executivo derruba sigilo de documentos sobre violações de direitos humanos. O presidente Lula disse que não há revanchismo. (págs. 1 e 4)

Unesco: Amorim justifica apoio a egípcio polêmico
O ministro Celso Amorim disse que o Brasil apoiará o polêmico egípcio Farouk Hosni – e não o brasileiro Márcio Barbosa – para a Unesco em nome da política forte de aproximação com o mundo árabe. (págs. 1 e 5)

------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo

Manchete: Governo propõe taxar poupança
Se o Congresso aprovar, cobrança de Imposto de Renda sobre aplicações acima de R$ 50 mil começa em 2010
Pela primeira vez desde os anos 90, o governo propôs a tributação dos rendimentos da poupança pelo Imposto de Renda. A medida - que precisará passar pelo Congresso – pretende desestimular a migração de grandes investidores para a caderneta diante da queda da taxa de juros básica, a Selic.
Com a redução do juro básico para 1,25% ao ano, a poupança, que não é tributada nem cobra taxa de administração, ficou mais atraente que os fundos de investimento. A perda de investidores nos fundos comprometeria o refinanciamento da dívida em títulos do governo, de R$ 1,264 trilhão. (págs. 1 e B1)

Deputado que 'se lixa' é destituído de relatoria no Conselho Ética
Após três horas de debate, o presidente do Conselho de Ética da Câmara, José Carlos Araújo (PR-BA), destituiu Sérgio Moraes (PTB-RS) da relatoria do processo contra Edmar Moreira (sem partido–MG), proprietário de castelo de R$ 25 milhões. Na semana passada, Moraes dissera estar “se lixando” para a opinião pública. O deputado disse que não retira a frase e prometeu ir ao Supremo Tribunal Federal contra o afastamento. (págs. 1 e A4)

BNDES cortará em 1,5 ponto juro de empréstimos
A taxa de juros cobrada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para financiar investimentos caíra 1,5 ponto nos próximos dias.A medida reflete corte feito pelo governo no juro cobrado para emprestar dinheiro ao banco (de 8,75% para 7,25%). Esse corte será incluído na medida provisória que cria o fundo garantidor de crédito para pequena e média empresa. (págs. 1 e B6)

Obama recua e age para barrar fotografias de abuso militar
O presidente Barack Obama quer barrar na Justiça a divulgação de fotos que mostram militares dos EUA maltratando prisioneiros no Iraque e no Afeganistão.
A Casa Branca alega que as imagens podem inflar ó antiamericanismo e colocar em risco soldados no front. (págs.1)

Enem terá pelo menos duas edições por ano
O novo Enem, que substitui o vestibular nas universidades federais, terá pelo menos duas edições ao ano para atender instituições com mais de um exame de admissão, afirmou o ministro Fernando Haddad (Educação). A prova inicial de 2010 vai ser em março ou abril.Segundo Haddad, serão 200 questões que priorizarão raciocínio em lugar de memorização. O ministro afirma que a prova seguirá conteúdos exigidos pelos Estados no ensino médio, mas, em carreiras concorridas, as perguntas terão maior complexidade. (págs.1 e C5)

STJ permite que Suzane peça mais cedo benefícios
O Superior Tribunal de Justiça permitiu a Suzane Von Richthofen mudar a fórmula pela qual se conta seu tempo de prisão. Assim, a estudante condenada a quase 40 anos por matar os pais em 2002, já pode pedir progressão para regime semiaberto, diz sua defesa. (págs. 1 e C4)

Editoriais
Leia “O governo no varejo” que avalia divulgação de metas do governo paulista e “Queda na pirataria” sobre softwares. (págs. 1 e A2)

Jânio de Freitas:
Vício da tapeação como boca torta, impede clareza. (págs. 1 e A9)

Vinicius Torres Freire:
Mudanças afetam poucos e protelam decisão efetiva (págs. 1 e B5)

Gustavo Patu: Surgido de anomalia, plano é perecível e de execução difícil (págs. 1 e B5)

------------------------------------------------------------------------------------


O Estado de S. Paulo

Manchete: Governo quer impor IR para poupança acima de R$ 50 mil
Saldo inferior permanece isento de imposto; medida atinge 40,8% dos depósitos
O governo apresentou proposta, a ser submetida ao Congresso, pela qual os rendimentos da poupança superiores a R$ 50 mil, atualmente isentos, passarão a pagar Imposto de Renda a partir de 2010. A tributação vai variar conforme a Selic - a taxa básica de juros da economia - e a renda do poupador. Segundo o governo, as medidas preservam 99% dos poupadores. As contas com valor acima de R$ 50 mil são apenas 1% do total, mas respondem por 40,8% do saldo aplicado nas cadernetas. São R$ 110,5 bilhões, num universo de R$ 270,7 bilhões. Segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o ajuste visa a “impedir que grandes investidores migrem para a poupança e distorçam esse instrumento tradicional". Críticos das mudanças lembram, porém, que o tributo atingirá, por exemplo, quem, ao vender um imóvel para comprar outro, guardar o dinheiro na poupança até realizar novo negócio. (págs. 1 e B1)

Análise
Celso Ming
O fácil ficou difícil
Adeus poupança simplesinha. As novas regras lembram a "banda cambial endógena em diagonal". (págs. 1 e B2)

Lei torna públicas as informações oficiais
Outra ação abre arquivos da ditadura Um pacote anunciado ontem pelo governo federal pretende tornar públicos documentos oficiais da época da ditadura militar - alguns papéis, no entanto, vão permanecer sob sigilo eterno, por serem ultrasecretos. Outra iniciativa anunciada, a Lei do Acesso à Informação, garante que os dados produzidos pelo Estado estejam abertos para consulta. As solicitações de informação devem ser atendidas pelos funcionários públicos em, no máximo, 30 dias. (págs. 1 e A8)

Foto legenda:
Yeda: Grito de alertaYeda Crusius (PSDB) brinca com estátua; acusada de corrupção, a governadora do RS busca apoio e contratou advogado. (págs. 1 e A8)

Novo Bilhete Único terá licitação de R$ 510 milhões
A empresa que vencer a concorrência para operar o Bilhete Integrado Metropolitano (metrô, trens e ônibus) em São Paulo terá de indenizar a Prefeitura de São Paulo em R$ 200 milhões, gastos com o Bilhete Único desde 2004. O vencedor terá custos de R$ 310 milhões com o sistema, cuja implantação é prevista para o final de 2010. Hoje, são arrecadados cerca de R$ 4,6 bilhões ao ano. (págs. 1 , C1 e C3)

México pode tomar agenda dos EUA para América Latina
O governo dos EUA trocou seu chefe diplomático para a América Latina. Sal Thomas Shannon, bem visto pelo Itamaraty; entra Arturo Valenzuela, que deve manter a aproximação com o Brasil, mas tende a privilegiar o México, avaliam analista e diplomatas. (págs. 1 e A13)

Congresso:
Deputado que 'se lixou' perde função
Sérgio Moraes (PTB) deixou de relatar processo contra outro deputado. (págs. 1 e A4)

Teste genético personaliza prescrição de remédios
O Instituto de Psiquiatria da USP desenvolveu exame genético que determina a dose certa de medicamento para cada paciente. O teste mostra a resposta do organismo a uma variedade de remédios, como psicofármacos e analgésicos. A pesquisa começou com uma paciente com transtorno obsessivo compulsivo que não melhorava com nada. (págs. 1 e A17)

Notas & Informações:
Petrobrás versus Receita
O mais prudente e razoável, no momento, é deixar evoluir a discussão técnica. (págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------

Jornal do Brasil

Manchete: Fundos pagarão menos imposto

Governo anuncia ainda taxação de poupanças acima de R$ 50 mil
Pressionado a mexer nas regras de caderneta de poupança e aumentar a atratividade dos fundos de investimento, o governo decidiu (ilegível) o saldo da poupança que superar R$ 50 mil e reduzir a alíquota máxima de Imposto de Renda sobre a rentabilidade dos fundos de investimento e de ações. Especialistas aprovaram com ressalvas as medidas anunciadas ontem pelo Ministério da Fazenda e pelo Banco Central. A oposição vai tentar revogar no Congresso a tributação das cadernetas. (págs. 1 e Tema do Dia A2 a A4)

Hospital Universitário teme pela sobrecarga
Fundão é unidade de isolamento da gripe, não de triagem, alerta diretor
O chefe do Setor de Epidemologia da Hospital do Fundão, Roberto Fiezman, lamentou o excesso de alarmismo entre pessoas com gripe comum que vão à unidade com medo de terem contraído a variante suína. Ele teme que o aumento da procura sobrecarregue o centro de referência, concentrado em bloquear a infecção e não em fazer a triagem de casos da gripe. Pacientes em pânico também enchem os hospitais particulares, e taxistas que trabalham no aeroporto planejam passar a usar máscaras. Teve alta ontem o jovem de 21 anos que trouxe a doença do México para o Rio. (págs. 1 e Vida, Saúde & Ciência, A22 a A24)

Foto legenda: Ao pé do ouvido

Sigilosos
– Entre os candidatos à sucessão, Dilma Rousseff e José Serra, o presidente Lula participou do evento no qual a ministra anunciou ações para tornar públicos arquivos da época da ditadura. (págs. 1 e País A7)

Obama recua em revelar tortura
O presidente dos EUA, Barack Obama, recusou-se a acatar uma decisão da Justiça americana que obriga seu governo a publicar fotos de tortura no Iraque e no Afeganistão durante a administração Bush. A Casa Branca apelará contra a ordem judicial. (págs. 1 e Internacional A20)

Roubalheira no Judiciário do Piauí
Bastou uma inspeção do Conselho Nacional de Justiça no Judiciário do Piauí para aparecerem suspeitas do superfaturamento na construção do fórum de Teresina: nepotismo, pagamento indevido de diárias a magistrados e excesso de cargos comissionados. (págs. 1 e País A10)

Sociedade Aberta
Paulo Passarinho
Economista
O problema não está na caderneta de poupança. É outro. (págs. 1 e A3)

Sociedade Aberta
Carlos A. P. Melo
Analista político
Obama tentará flexibilizar diálogo com a América Latina. (págs. 1 e A20)

Sociedade Aberta
Mario Ernesto Humberg
Consultor
Reforma Política só com plebiscito. (págs. 1 e A7)

------------------------------------------------------------------------------------

Correio Braziliense

Manchete: Lula taxa poupança.

Entenda as mudanças
Quem tem caderneta de poupança com saldo maior do que R$ 50 mil passará a pagar Imposto de Renda sobre os rendimentos a partir do ano que vem. A decisão foi anunciada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e tenta tirar o governo de uma sinuca de bico. Isso porque o Banco Central vem reduzindo a taxa de juros, hoje em 10,25% ao ano, e se via impedido de seguir a trajetória sob pena de bilhões de reais aplicados em fundos de investimento migrarem para as velhas cadernetas. Tal movimento criaria um grande problema para o país, já que o dinheiro dos fundos compra os títulos com os quais o Tesouro Nacional financia a dívida pública. Se a bolada acabasse toda atraída pelo ganho de 6% mais TR oferecido pela poupança, não haveria como rolar a enorme dívida do governo, que se veria em apuros para pagar as próprias contas. A taxação não vai onerar os pequenos poupadores e abarcará menos de 1% dos investidores da poupança. (págs. 1 e 19 a 25)

Sob suspeita, cúpula da PM deve cair hoje
Após ser informado de investigação do Ministério Público, o governador Arruda promete afastar o comandante-geral da PM, cinco oficiais e um sargento, suspeitos de participar de esquema com a manutenção de carros da corporação. (págs. 1 e 35)

Conselho de Ética: Se lixou e perdeu cargo
Sérgio Moraes (PTB-RS), que se lixa para a opinião pública, é afastado da relatoria do processo contra Edmar Moreira (sem partido-MG), aquele do castelo. (págs. 1 e Tema do dia, 2)

Petrobras:
Quem tem medo da CPI?
Álvaro Dias (PSDB/PR) protocola requerimento de inquérito parlamentar para investigar Petrobras, e Lula diz a ministros que é preciso controlar investigação. (págs. 1, 5 e Visão do Correio, 28)

------------------------------------------------------------------------------------

Valor Econômico

Manchete: Câmbio volta a ameaçar ganhos de exportadores

Com a valorização do real, o exportador brasileiro de manufaturados perdeu sua última arma competitiva para vender em um mundo onde a demanda está fraca e os preços, em queda. Com o dólar perto de R$ 2, a rentabilidade se aproxima do menor nível desde a década de 80. Em abril, a margem média dos exportadores encolheu 6% em relação a março e 23% ante outubro de 2008, aponta cálculo preliminar da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (Funcex).
O câmbio favorável é fundamental para tomar de mercado de concorrentes em uma disputa que se acirrou diante do consumo retraído. Uma das maiores exportadoras de móveis do país, a Artefama voltou a ganhar mercado nos EUA com o dólar a R$ 2,30, conta o presidente da empresa, Álvaro Vaz. "Estamos reconquistando o mercado americano. Se o dólar ficar abaixo de R$ 2,20, os chineses vão retomar esse espaço", diz. A participação dos EUA nas vendas externas da Artefama atingiu 20% este ano, acima dos 10% a 15% de 2008. (págs. 1, A3 e C1)

Fusão Perdigão-Sadia deve ser fechada hoje
Os advogados de Perdigão e Sadia trabalhariam na madrugada de hoje para redigir os contratos da união das duas empresas. Ontem à noite, a previsão era de que a fusão seria anunciada hoje ou, no máximo, amanhã. Para permitir de vez o acordo que criará a maior empresa de alimentos industrializados do país, a Perdigão fez concessões e ofereceu um percentual superior a 30% da companhia resultante aos atuais acionistas da Sadia. A participação não chegará a 35%, mas foi suficiente para deixar as famílias Fontana e Furlan satisfeitas com o negócio.
Essa primeira etapa do negócio não envolve dinheiro. No entanto, como os prejuízos com derivativos deixaram a Sadia em dificuldades financeiras, uma oferta pública de ações de cerca de R$ 4 bilhões será feita nos próximos meses - a participação do BNDES não é indispensável. A gestão da nova empresa ficará nas mãos dos atuais executivos da Perdigão. (págs. 1 e A5)

IR vai atingir 40% do saldo da poupança
A partir de 2010, os juros pagos nas cadernetas de poupança com saldo superior a R$ 50 mil passarão a pagar Imposto de Renda caso a taxa Selic caia abaixo de 10,5% ao ano, anunciou ontem o governo. Cerca de R$ 110 bilhões em depósitos, o equivalente a 40% dos R$ 270 bilhões aplicados em caderneta, estarão sujeitos à tributação. Trata-se de um universo de 890 mil aplicadores, mas que representam menos de 1% do total de quase 90 milhões de contas.
A taxação busca inibir a migração de fundos para a caderneta num ambiente de juros mais baixos. O governo pretende também reduzir a tributação da renda fixa, hoje de até 22,5%, para no máximo 15%. (págs. 1, A6, D1 e D2)

Vicunha faz acordo sobre derivativos
A Vicunha Têxtil fechou acordo com o banco Merril Lynch para quitar dívida originada em operações com derivativos de câmbio, cujo valor de face era de R$ 232 milhões. Em comunicado, a empresa confirma o acerto, mas não esclarece o valor do pagamento. O Valor apurou que a Vicunha obteve desconto de 22% e deve pagar cerca de R$ 180 milhões. Procurada, a empresa informou que já está em período de silêncio para a divulgação do balanço. O Merrill Lynch também não quis fazer comentários. (págs. 1 e C5)

Proposta cisão e privatização da Infraero
Um estudo encomendado pela Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) propõe a cisão da Infraero em várias empresas, a abertura de capital das novas subsidiárias e, numa etapa seguinte, a privatização. O trabalho sugere que, antes da privatização, o governo estabeleça um novo marco regulatório, autorize a construção de novos aeroportos e crie condições para que haja competição no setor. Também propõe uma inovação: a realização de leilões de "slots" (as faixas de horários para pousos e decolagens de aviões) nos aeroportos mais movimentados, como Congonhas.
Sob o título "Regulação e Concorrência no Setor de Aeroportos", o documento, obtido pelo Valor, foi elaborado pelo professor Heleno Martins Pioner, da FGV, e Eduardo Fiúza, do Ipea. Eles fazem uma radiografia minuciosa do setor, analisam experiências internacionais de privatização na área e expõem ineficiências da Infraero, que registrou prejuízos em três dos últimos quatro anos. (págs. 1 e A12)

Foto legenda: Novo destino
Exportações de locomotivas para a África amenizam a queda nas vendas da GE Transportation, afetadas pela redução de encomendas de mineradoras e siderúrgicas, diz Rafael Santana. (págs. 1 e B7)

Picanha bate recorde e passa à frente do filé
A queda nas exportações de carne bovina para a União Europeia, depois da decisão de seus dirigentes de que apenas uma lista restrita de fazendas pode fornecer animais para abate, elevou a oferta de filé mignon no mercado brasileiro. Já o hábito cada vez mais comum do churrasco no Brasil, inclusive pela melhora da renda nos últimos anos, fez com que o preço da picanha, o corte preferido, atingisse recordes. Levantamento da Wessel Culinárias & Carnes mostra que os cortes de filé caíram 11% em 2008 enquanto a picanha subiu 26,3%. (págs. 1 e B10)

Parafernálias espiãs ganham mercado
Canetas, bonés e relógios com microcâmeras e outros equipamentos "secretos" já não são exclusividade de James Bond. Em propagandas nos principais portais da internet e nas lojas de informática do centro das grandes cidades, promoções anunciam a oportunidade de bisbilhotar a vida dos outros.
A facilidade com que hoje se compram artefatos de investigação tem produzido um exército de detetives amadores. Em novembro, o site Timevision trouxe da China 50 canetas "espiãs". "Vendemos tudo em menos de um mês", diz Luiz Carlos Oliveira, diretor do site. Os asiáticos são os grandes provedores das parafernálias de espionagem, a preços cada vez menores. Uma câmera oculta fabricada na Ásia ficou 50% mais barata no último ano. (págs. 1 e B3)

Intel, dirigida por Paul Otelini, é multada em US$ 1,45 bi por práticas anticoncorrenciais (págs. 1 e B2)

Acordo PDVSA-PatroChina
As estatais PetroChina e PDVSA formaram uma joint-venture para a exploração de petróleo na bacia do rio Orinoco, na Venezuela. O acordo prevê também a construção de duas refinarias no país. (págs. 1 e A9)

Varejo recua nos EUA
As vendas no varejo nos EUA caíram 0,4% em abril, em relação ao mês anterior. Na mesma comparação, março registrou queda de 1,3%. Frente a abril do ano passado, as vendas foram 20,7% menores, principalmente em razão do desaquecimento no setor de automóveis. (págs. 1 e A9)

Espaço para crescer
Em visita ao Brasil para a 9ª Conferência do Conselho Mundial de Turismo & Viagens, o presidente da entidade, Jean-Claude Baumgarten, vê grande potencial de crescimento do setor, que representa apenas 6,2% do PIB brasileiro. (págs. 1 e B4)

WEG reduz investimentos
A WEG, fabricante de motores elétricos e equipamentos de automação industrial, geração e distribuição de energia, vai cortar em 20% seu orçamento de investimentos neste ano, para cerca de R$ 300 milhões -35% abaixo do realizado em 2008. (págs. 1 e B7)

Marcha lenta
Os fabricantes brasileiros de implementos rodoviários encerraram o primeiro quadrimestre com queda de 22,5% nas vendas, principalmente em equipamentos pesados, que recuaram 33,2%. (págs. 1 e B7)

Ideia
Eliana Cardoso: os modelos econômicos não conseguem explicar a euforia seguida de desespero nas bolsas. (págs. 1 e A2)

------------------------------------------------------------------------------------


Gazeta Mercantil

Manchete: Dólar em baixa ajuda a renegociar derivativos
As empresas que ficaram expostas à variação do dólar em contratos de derivativos e acabaram registrando perdas milionárias na alta da moeda no segundo semestre de 2008 conseguiram uma nova oportunidade para minimizar danos. Com a trajetória inversa da moeda, que caiu de R$ 2,371 em fevereiro (cotação de fechamento) para R$ 2,105 na cotação de ontem, muitos bancos estão aceitando renegociações.
Para Luis Carlos Pascual, sócio do escritório César e Pascual Advogados, este é o melhor momento para rever condições. O advogado, que renegocia contratos de derivativos cambiais para nove clientes, afirma que os descontos têm sido concedidos em até 50% sobre o montante da dívida e com média de 30% sobre a taxa de juros, para os contratos ajustados pela Libor. (págs. 1 e B1)

Trabalho terceirizado será regulamentado em um mês
O deputado federal Sandro Mabel (PR-GO) garantiu ontem que o Projeto de Lei nº 4.302, que disciplina o trabalho terceirizado no Brasil, será aprovado dentro de um mês. Segundo Mabel, será retirada do texto a obrigatoriedade da responsabilidade solidária, mecanismo que permite ao empregado acionar a empresa contratada e a contratante em caso de reclamações trabalhistas.A alteração do texto agradou à Confederação Nacional da Indústria (CNI), que defendia a alteração do projeto. Segundo pesquisa da entidade realizada junto a 1.443 empresas sobre terceirização, 54% delas utilizam serviços de terceiros. (págs. 1 e A5)

IR da poupança ficará atrelado à variação da taxa de juros
O governo confirmou ontem que as aplicações na caderneta de poupança com saldo superior a R$ 50 mil pagarão Imposto de Renda (IR). A medida passa a valer a partir de janeiro de 2010 em razão das regras impostas pela lei de anualidade do IR, que estabelece que a medida entre em vigor no ano seguinte. A tributação incidirá sobre o rendimento mensal dos depósitos, que será atrelado à taxa Selic. Ou seja, quanto menor for o patamar do juro básico da economia, maior será o imposto. Em contrapartida, o governo se comprometeu a reduzir até o final do ano o IR sobre todas as aplicações financeiras atualmente tributadas. (págs. 1 e B2)

Foto legenda:
Novo perfil
A crise financeira global não só mudou o perfil do setor automotivo como também alterou as relações empresarias. Para John Blascovich, consultor de projetos globais, agora “manda quem tem demanda de produtos e não quem produz componentes”. (págs. 1 e C2)

Carrefour e Ricoy compram as lojas da rede Gimenes
Na disputa pela compra da rede Gimenes, do interior de São Paulo, a francesa Carrefour e a Associação Ricoy dividiram a aquisição da companhia. Os credores da Gimenes S.A. aprovaram ontem, em assembléia, a proposta de compra conjunta, feita pelas duas empresas. Pela oferta, o Carrefour pagará à vista R$ 45 milhões por dez lojas — consideradas as mais rentáveis — e a Ricoy desembolsará R$ 15 milhões, em 96 parcelas corrigidas pela TJLP, por outras 12 lojas da rede. Embora não tenham ficado completamente satisfeitos com o acordo, os credores consideraram a proposta “melhor que as anteriores”.Em recuperação judicial desde dezembro de 2008, a Gimenes é controlada e administrada, desde 2006, pelo fundo Governança e Gestão Investimentos, da G &G, que tem como sócio o economista Antônio Kandir. O Carrefour deverá operar sua parte nas lojas com a bandeira Dia. A Ricoy pode incorporar o Gimenes como mais uma marca. (págs.1 e C9)

Navios ociosos congestionam porto
Quem sai em um pequeno barco pela costa de Cingapura atualmente, sente-se como um camundongo ziguezagueando no meio de uma manada de elefantes dormindo.
Uma das maiores frotas já reunidas permanece ociosa aqui, logo à entrada de um dos portos mais movimentados do mundo, abandonada devido à fraca movimentação comercial global. Podem existir sinais de recuperação econômica em pontos ao redor do mundo, mas poucos aqui. (págs. 1 e A12)

Motorola produz scanner e coletor em Jaguariúna
A Motorola está diversificando a produção de sua fábrica paulista, em Jaguariúna, onde recentemente incluiu a linha de scanner — leitor de código de barras, que tem tido saída como “pão quentinho”, nas palavras do diretor-geral da área de mobilidade corporativa, Vanderlei Ferreira.O scanner passou a ser considerado equipamento essencial nas mais diferentes atividades de todos os segmentos da economia. “É obrigatório perto do caixa de uma padaria, mas tem sido útil também em maternidades, para identificar as pulseiras da mãe e do bebê, acompanhando o histórico do nascimento desde a internação até a alta do hospital”, afirma. (págs. 1 e C1)

União Europeia multa a Intel em € 1,06 bilhão
A Comissão Europeia (CE), órgão executivo da União Europeia, aplicou, ontem, multa recorde de € 1,06 bilhão à Intel e ordenou que a companhia suspenda descontos ilegais e práticas comerciais abusivas utilizadas para tirar do mercado a rival AMD. A CE justificou a multa com o fato de a empresa ter prejudicado milhares de clientes. (págs. 1 e A10)

Mercado Imobiliário:
Falta padrão de qualidade ao pacoteConstrutoras alegam que será difícil entregar moradias populares com qualidade dentro dos valores do pacote do governo federal. Não há parâmetros para os materiais, e recursos aportados pelas prefeituras — que poderiam elevar o padrão de construção — não podem se somar aos limites definidos no pacote. Para a própria Caixa, a distorção precisa ser revista. (págs. 1 e E1)

Medicamentos
Venda de genéricos cresceu 19,4% no trimestre (págs. 1 e C5)
PetróleoHaroldo Lima, da ANP, defende a criação de uma nova estatal para o pré-sal (págs. 1 e C7)

Ações
Ibovespa fica abaixo de 50 mil pontos (págs. 1 e B4)

A evolução do vírus da gripe suína
Denúncia de um cientista australiano sugere que o vírus da gripe suína pode ter evoluído acidentalmente em pesquisas de laboratórios farmacêuticos para produzir vacinas. A OMS vai investigar a hipótese. (págs. 1 e A12)

Marfrig tem perda de R$ 38 milhões
O Grupo Marfrig abre a temporada de balanços de frigoríficos com prejuízo de R$ 38,2 milhões no primeiro trimestre. O resultado negativo foi intensificado pela crise, que reduziu as exportações e os preços das carnes. (págs. 1 e B12)

Opinião:
José Mauro Delella
Medidas de caráter fiscal e monetário estão atuando e a chance de uma resposta mais forte da economia não pode ser descartada. (págs. 1 e A3)

Opinião:
Rogério Mori
Superadas a primeira e segunda ondas recessivas, os mais recentes sinais parecem apontar para uma espécie de acomodação da crise. (págs. 1 e A3)

Opinião:
Leonardo Trevisan
Os docentes levaram a culpa pelos problemas da educação paulista e terão quatro meses para aprender a ser bons professores. (págs. 1 e A3)

Opinião:
César Giobbi
A guerrilha peruana renasce, sob a égide do narcotráfico. O Sendero Luminoso se arma, agora financiado pelos cartéis colombianos. (págs. 1 e D8)

------------------------------------------------------------------------------------

Estado de Minas


Manchete:

Poupança acima de R$ 50 mil vai pagar imposto
Taxação começa em 2010.
Governo reduzirá IR para tornar fundos mais atraentes. Analistas sugerem cautela a quem pensa em trocar de aplicação
Numa caderneta com R$ 70 mil, por exemplo, haverá tributação apenas sobre o rendimento obtido com os R$ 20 mil excedentes. A medida, que deve atingir 1% dos poupadores, precisa ser aprovada pelo Congresso. Mudança ocorre porque o corte na taxa básica de juros da economia reduziu a rentabilidade dos fundos. E, como quer baixar ainda mais a taxa, o governo teme uma corrida para a poupança, o que criaria problemas para a rolagem da dívida pública, cujos títulos remuneram os fundos. (págs. 1, 11, 12 e o editorial ‘Caderneta de pressão’, na 8)
Casa própria / Feirão em BH põe à venda 13.317 imóveis de amanhã a domingo (págs. 1 e 12)

Agora, falta o eleitor se lixar para ele
Câmara destitui o deputado Sérgio Moraes (PTB-RS) da relatoria do Conselho de Ética. É aquele que ia pedir o arquivamento do processo contra Edmar Moreira (sem partido-MG), o deputado do castelo, e disse estar se lixando para opinião pública. (págs. 1 e 3)

Salário de prefeitos causa indignaçãoMoradores de cidades de várias regiões manifestam revolta contra vencimentos de até R$ 21,9 mil recebidos por prefeitos em Minas. (págs. 1 e 7)

Enem: Exame será feito duas vezes por ano. E a PF fiscalizará (págs. 1 e 19)

Ciência: Mulheres resistem mais a infecções, diz estudo (págs. 1 e 18)

------------------------------------------------------------------------------------

Jornal do Commercio

Manchete: Poupança acima de R$ 50 mil pagará IR

Governo também quer reduzir o imposto dos fundos de renda fixa para entrar a migração de recursos de grandes investidores, ao manter juros em queda. Se aprovada pelo Congresso, mudança começa em 2010 e atinge só 0,95% dos poupadores. (pág.1)

Chuva: Dois municípios isolados no sertão pernambucano (pág.1)

Novo vestibular não vai dar brecha para decoreba dos feras (pág.1)

Forças Armadas vão produzir remédio contra a gripe (pág.1)

Câmara reage (pág.1)

------------------------------------------------------------------------------------










* Fatos históricos comemorados dia 14 de Maio


Pacto de Varsóvia
No dia 14 de maio de 1955, foi criado o Pacto de Varsóvia por oito países do Leste Europeu: Albânia, Bulgária, Checoslováquia, Hungria, Polônia, Romênia, URSS e República Democrática Alemã. O Tratado de Amizade, Cooperação e Ajuda Mútua é semelhante ao do Oeste Europeu, que criou a OTAN.
1610 - O rei Enrique IV da França é assassinado em Paris.
1643 - Morre Luis XIII, rei da França. Luis XIV é o suscessor.
1796 - É feito o primeiro teste de uma vacina contra a varíola.
1814 - A frota argentina, comandada por Guillermo Brown, derrota a espanhola, que dRedação Terrandia a cidade Montevideo, no Uruguai.
1864 - Morre Pedro Santana, militar e político dominicano.
1875 - Nasce José Santos Chocano, poeta e escritor peruano.
1897 - O físico e inventor italiano Guglielmo Marconi faz a primeira transmissão de rádio da história.1912 - Morre Federico VIII, rei da Dinamarca.
1912 - Morre August Strindberg, dramaturgo sueco.
1915 - Nasce o pintor venezuelano César Rengifo.
1940 - Segunda Guerra Mundial: aviões alemães bombardeiam Rotterdam. Morrem mais de 900 pessoas.
1948 - David Ben Gurión proclama a independência do Estado de Israel em Tel Aviv, ao concluir o mandato britânico na Palestina. Durante a noite, tropas árabes atacam o novo Estado.
1952 - O Esquadrão de Demonstração Aérea Brasileiro, conhecido como Esquadrilha da Fumaça, realiza sua primeira exibição oficial.
1952 - Nasce David Byrne, cantor e líder do grupo Talking Heads.
1955 - O Pacto de Varsóvia é criado por oito países do Leste Europeu (Albânia, Bulgária, Checoslováquia, Hungria, Polônia, Romênia, URSS e República Democrática Alemã), assim como o Oeste Europeu criou a OTAN.
1973 - A estação espacial norte-americana Skylab é lançada.
1986 - Morre David Hearst, magnata dos Estados Unidos.
1987 - Morre Rita Hayworth, atriz norte-americano.
1989 - Eleições presidenciais na Argentina: Carlos Saúl Menem obtém maioria absoluta dos votos.
1991 - Jiang Qing (77 anos), viúva de Mao Tse-Tung, se enforca em sua residência em Pequim, onde cumpria prisão perpétua como instigadora da Revolução Cultural.
2000 - Morre Keizo Obuchi, ex-primeiro ministro do Japão.

* Palmares precisa urgentemente de Campanha de Educação Ambiental!

Observando como os cidadãos agem com os degetos domésticos, notamos como é necessária uma campanha de educação ambiental intensa em Palmares.

Domingo, dia 10 de Maio/2009, nossa reportagem flagrou um acúmulo de lixo na pracinha ao lado da Prefeitura, à margem do Rio Una. O mais incrível foi ver os dejetos ao lado de depósitos de lixo grandes. Não pudemos saber se foi lixo levado pelos moradores da Rua do Rio ou do Hotel existente naquelas imediações.
Veja o clipe que nossa reportagem filmou:

video

* Clipe nos arquivos do canal YouTube do Jornal O OLHO www.youtube.com/jornaloolho

*

* A Praça Dr. Paulo Paranhos, em Palmares - PE está bem cuidada!





A praça Dr. Paulo Paranhos está bem cuidada e limpa.
A fonte luminosa novamente iluminada e com a água jorrando.
Foi realizada dedetização, novas cores que transmitem tranquilidade foram utilizadas na repintura daquele logradouro público.
O anfiteatro que na administração municipal anterior sofreu distorcidas mudanças, ferindo a arquitetura do palco.



O Anfiteatro da Praça Dr. Paulo Paranhos sempre foi um local aberto para manifestos, apresentações artísticas, porém na administração anterior, centrada em truculências, colocaram portas metálicas corrediças verticais na boca do palco do Anfiteatro, num ato tresloucado e ridículo, parecendo uma loja. Um absurdo nunca visto em nenhum outro local!
Como tudo se transforma em piada nessa terra de gente sofredora e foliã sorridente, alguns populares apelidaram o anfiteatro com portas metálicas de "a padaria do filho do Prefeito"!

Atualmente, as portas vivem abertas, sem perigos porque há vigilância competente no local.
Os canteiros foram refeitos e novas mudas de vegetais foram plantadas.
Veja o clipe que nossa reportagem filmou dia 10 de Maio/2009 que mostra a atual situação da Praça Dr. Paulo Paranhos, o cartão de visitas da Cidade dos Palmares - PE:

video

Jaorish

*

* Desrespeito ao meio ambiente na Praça Dr. Paulo Paranhoos - Palmares - PE.

Existia na Praça Dr. Paulo Paranhos uma árvore Pau Brasil, símbolo do Projeto de plantio desse vegetal por volta de 1990, quando o Presidente da Fundação Pau Brasil veio a Palmares trazer centeas de mudas que foram plantadas no Município dos Palmares. Durante a cerimônia foi plantada a árvore e colocada junto dela uma plata comemorativa com os nomes dos Vereadores do Município, do Prefeito Francisco de Assis Rodrigues e do Preisente da Fundação Pau Brasil.

A administração da Prefeitura de 2005 - 2008 tirou a placa e deu sumiço à arvore.


Aquela administração cortou várias árvores de praças da Cidade dos Palmares, em podamentos sem bases técnicas, desrespeitando nosso Patrimônio Natural.


No local onde existia uma árvore Pau Brasil, em extinção, atualmente existe uma caqueira com um pinheiro, como mostra a foto acima fotografada dia 10 de Maio/2009.


Eis outro grande erro: investir no plantio de árvores que não fazem parte da vegetação nativa regional.


Mas o que esperar de Senhores feudais que tomam conta de uma administração municipal, quando eles são os principais desmatadores e cultivadores da monocultura canvieira?
A foto acima mostra que a Praça Dr. Paulo Paranhos tem vegetais da flora regional. Os administradores que sucederam os criadores desta Praça, -Luiz Portela e Francisco de Assis Rodrigues, devem observar esse exemplo de respeito que eles dedicaram à nossa flora nativa.
O plantio de vegetais em praças não deve ser entregue a qualquer jadineiro de fundo de quintal ou a alguém curioso querendo usar a praça para trampolim politiqueiro ao se mostrar liderando uma decoração pública que deveria ser tratada como uma ação séria e feita por especialistas. Não é lugar para quintal de marketing da boneca Barbie (como já aconteceu de pintarem a praça de cor rósea e tonalidades agressivas, distoando com as cores do Município que são verde, azul e branca). Ainda bem que a atual administração não seguiu essa linha e não pintou com as cores do Partido vencedor, costume semelhante aos cães que urinam nos locais para marcar território. Após eleição, o vencedor veste a camisa das cores da Cidade e não impôe as cores partidárias (costume nazifascista). Um grande exemplo disso é o Presidente Lula que ao ganhar a eleição para Presidente da República, colocou um botom com a Bandeira Nacional, representando que é o Presidente de todos os brasileiros e não de um só Partido partido.
Existem vegetais apropriados para praças e outros logradouros públicos. É tempo da administração municipal procurar engenheiros florestais, paisagistas e treinar os jardineiros da da Prefeitura e não entregar podamentos a quem não tem habilitação como ocorreu na administração anterior. E pelo que sabemos, o governo de Francisco de Assis Rodrigues promoveu cursos de jardinagem através da Fundação do Bem Estar Social, nos quais os funcionários contratados para o setor participaram.
Achamos que é melhor pelo menos imitar o melhor de administrações anteriores para evitar absurdos centrados em vaidades megalomaníacas populistas.
Aqui registramos com tristeza e sem temor de defender nosso Patrimônio Natural!

Veja abaixo o clipe sobre o assunto que publicamos no canal youtube do Jornal O OLHO www.youtube.com/jornaloolho :


video

Jaorish

*

* Garotas do Calendário: nudez da 3ª idade

Dez anos depois, as dez senhoras inglesas, as famosas "Garotas do Calendário", que tiveram sua história contada num excelente filme estrelada por Helen Mirren, voltam a posar nuas, em campanha beneficente, como da primeira vez

2010: Tricia Stewart cuidando do jardim é Março e Christine Clancy servindo chá é setembro
Dez anos após posarem nuas para arrecadar fundos para caridade, mulheres inglesas de meia idade, conhecidas como Garotas do Calendário, tiraram a roupa mais uma vez para lançar um novo calendário.
O calendário 2010 traz uma série de 12 imagens inéditas de seis das 11 mulheres que participaram da realização do primeiro, em 1998.


Foto: Divulgação
A meninas do Calendário em 1999

A idéia original foi criada por Angela Baker, que perdeu o marido naquele ano após uma longa batalha contra o câncer. Ela e outras amigas da organização Womens's Institute (Instituto das Mulheres) decidiram embarcar no projeto, acreditando que as vendas de alguns calendários seria o suficiente para comprar um novo sofá para o hospital onde seu marido havia passado seus últimos dias.
O fato de serem senhoras inglesas, todas casadas, a maioria com filhos, dipostas a posar nuas, para arrecadar fundos, chamou a atenção de todo mundo. Uma pequena pretenção de reconhecimento localizado, transformou-se num projeto milionário, com repercussão internacional. Ainda por cima, as fotos são de muito bom gosto.

Foto: Arquivo e produção do filme "Girl Calendar"
Na foto, Tricia Stewart, que agora cuida do jardim, na sua foto original, há dez anos, ao lado a atriz Helen Mirren, que a interpreta no filme, simula a produção da foto.

Alem de ter vendido 800 mil cópias, o calendário deu origem ao filme
Garotas do Calendário, com Helen Mirren, lançado em 2004, e já arrecadou 2 milhões de libras (R$6,3 milhões) para pesquisas sobre a leucemia.
Foto: Divulgação As meninas do calendário versão 2010

Durante o discurso de lançamento do novo calendário, Angela Baker disse que seu marido "está certamente feliz com tudo o que elas alcançaram".

"Às vezes eu tenho que me beliscar para acreditar que essa é a minha história. Eu sinto tantas emoções, é difícil de explicar", disse ela.
A diretora-executiva da instituição de caridade britânica Leukemia Research, Cathy Gilman, disse há 10 anos que "as "garotas" nunca poderiam ter imaginado que arrecadariam tanto dinheiro para ajudar a salvar vidas".
*

* Hillary Clinton visitará o Brasil no fim do mês


O principal motivo da viagem é tratar da visita do Presidente Obama ao Brasil, possivelmente em julho ou agosto, dependendo da agenda dos dois presidentes




Segundo o jornal O Estado de São Paulo, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton fará sua primeira visita oficial ao Brasil no final deste mês. A data provável da chegada de Hillary é 27 de maio. A secretária passaria dois ou três dias no País.

O roteiro em negociação prevê visitas a Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e, possivelmente, Manaus. O objetivo principal da visita de Hillary é preparar a primeira viagem do presidente Barack Obama ao Brasil.

No encontro que teve com Lula em Washington, em março, Obama prometeu retribuir a visita em breve. A viagem poderá ocorrer entre julho e agosto.

Hillary deverá tratar também de assuntos que nos últimos meses têm sido recorrentes na agenda diplomática dos dois países, como segurança, combate ao narcotráfico e, na área militar, a insatisfação da Casa Branca com a crescente influência da Rússia na região. Nos últimos meses, os russos têm negociado cooperações militares com vários países sul-americanos, dentre eles Bolívia, Equador e a própria Venezuela de Chávez.

* Fatos históricos do dia 13 de Maio


É assinada a Lei Áurea
A extinção da escravidão no Brasil se deu de forma gradual. A Lei do Ventre Livre, em 1871, considerava livres os filhos das escravas. A Lei dos Sexagenários, em 1885, declarava livres aquelas com mais de 60 anos. Em 1888, a princesa Isabel assinou a Lei nº 3353, a Lei Áurea, libertando finalmente todos os escravos.
1647 - Um forte terremoto destrói Santiago do Chile. Seus efeitos se estendem de Cusco até Valdívia.
1878 - Atentado frustrado em Berlim contra o imperador Guilherme I, da Alemanha.1
888 - Sancionada a lei Áurea que, assinada pela princesa Isabel, termina com a escravidão no Brasil.
1917 - Três pastores portugueses dizem ter visto a Virgem do Rosário na Cova de Eiria, dando origem à devoção à Nossa Senhora de Fátima.
1930 - O aviador francês Jean Mermoz chega a Natal, no Brasil, após cruzar o Atlântico em 21h12.
1930 - Nasce Manuel Marulanda "Tirofijo", líder das Forças Revolucionárias da Colômbia.
1950 - Nasce Stevie Wonder, cantor e compositor norte-americano.
1954 - Estados Unidos e Canadá firmam um acordo para construir um canal entre os Grandes Lagos e o Oceano Atlântico.
1961 - Morre Gary Cooper, ator americano de cinema.
1968 - Começam, em Paris, as negociações de paz entre Estados Unidos e Vietnã do Norte.
1981 - O Papa João Paulo II é ferido em um atentado na praça de São Pedro, em Roma, pelo turco Alí Agca.
1994 - Entra em vigor a autonomia palestina em Gaza e Jericó.
2001 - O parlamento da Macedônia aprova um Governo integrado por partidos eslavos e albaneses.

* RESUMO NOTÍCIAS PRINCIPAIS JORNAIS 13/05/2009

O Globo

Manchete: PM anuncia operação para expulsar o tráfico do Leme
Unidade Pacificadora será instalada nos morros da Babilônia e do Chapéu Mangueira
Até no máximo o início de junho, as favelas da Babilônia e do Chapéu Mangueira, no Leme, vão receber uma Unidade de Polícia Pacificadora, o mesmo modelo de atuação que acabou com o tráfico no Morro Dona Marta, em Botafogo. Segundo a Secretaria de Segurança do Rio, policiais militares já estão fazendo o mapeamento e o reconhecimento da área nesses morros. A unidade será a quarta da cidade: elas já existem no Dona Marta, na Cidade de Deus (Jacarepaguá) e no Jardim Batan (Realengo). Outras serão implantadas nas favelas do Cerro-Corá e dos Guararapes, no Cosme Velho, como anunciado anteontem pelo governador Sérgio Cabral, ainda sem,prazo para o seu início. (págs. 1, 13 e editorial "Novo perfil")
Logo: Rodrigo Pimentel, ex-capitão do Bope e roteirista de 'Tropa de elite' ficha a PM (págs. 1 e 14)

'Imagina se o Dunga vê isso
'Lula se anima depois de fazer tabelinha com Ronaldo Fenômeno em São Paulo
Desafetos na Copa de 2006, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Ronaldo bateram bola ontem no escritório da Presidência da República, em São Paulo. "Imagina se o Dunga vê isso", brincou Lula. Ronaldo está escalado no Corinthians contra o F1uminense hoje pela Copa do Brasil. No Maracanã, o Flamengo enfrenta outro grande artilheiro, Nilmar, do internacional. O Vasco pega o Vitória.Antes do encontro com Ronaldo, Lula inaugurou uma unidade da Petrobras em Paulínia, quando disse que vários setores da economia já começam a dar sinais de recuperação: "Não é hora de chorar e ficar se lamentando." Para o presidente da República, os empresários e os trabalhadores precisam ousar mais e investir, gerando empregos e crescimento. (págs. 1, 26 e 32 a 34)
Foto legenda: Lula e Ronaldo batem bola de cabeça, observados pelo técnico Mano Menezes e o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez. O atacante enfrenta o Flu esta noite
Com PMDB, Eletrobrás pode gastar sem regras
Com emenda do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a Câmara aprovou medida provisória que permite à Eletrobrás, controlada pelo partido, escapar da lei 8.666, que regula licitações do setor público, como já ocorre com a Petrobras. O Ministério Público Federal vai pedir que a Petrobras recolha os R$ 4 bi que pagou a menos de tributos. (págs. 1, 21 a 23)
PT defende deputado que 'se lixa'
Em nome do direito de opinião, o líder do PT, Cândido Vaccarezza, defendeu a permanência de Sérgio Moraes na relatoria do Conselho de Ética. Moraes diz que está popular: "Sou aplaudido nas paradas de ônibus." (págs. 1 e 3)

Deputado bate a 190km/h e mata dois
Com carteira suspensa e dirigindo a 190 km por hora, o deputado estadual Fernando Ribas Carli Filho (PSB-PR) causou a morte de dois jovens. Como tem foro especial, o caso está no Tribunal de Justiça. (págs. 1 e 10)

Senado: plano muda nomes, e não os salários
Auditoria da FGV propõe uma mudança de nomes que deixa o Senado com 71 e não 181 diretorias. Mas os salários não mudam. Também corta 187 cargos comissionados - R$ 650 mil mensais, só 0,32% do orçamento da Casa. (págs. 1 e 3)

Lula e os manifestantes
Texto na primeira página do GLOBO de ontem deu a entender que o presidente Lula teve enfrentamento com manifestantes. Pelo contrário, ele "ganhou" o grupo, como registrou corretamente a reportagem na página 4. (pág.1)

Passado do Papa volta à tona em Israel
Diante de fortes críticas feitas durante a visita de Bento XVI a Israel, o Vaticano reafirmou ontem que o Papa não foi membro voluntário da Juventude Hitlerista na Segunda Guerra, mas entrou na organização convocado compulsoriamente pelo regime nazista na adolescência. (págs. 1 e 29)

Guatemala: em vídeo, morto culpa presidenteMorto a tiros no domingo, o advogado Rodrigo Rosemberg Marzano deixou um vídeo acusando o presidente Álvaro Colom pelo assassinato. Na mensagem, que chocou o país, ele diz que se recusou a encobrir negócios ilegais do governo. Dois clientes seus também foram assassinados. (págs. 1 e 29)

Charge Chico: Ainda para a degustação dos Três Poderes... (pág.1)
- Mais um dia disso?

Chávez põe em marcha sua agenda radical (págs. 1 e 28)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete: Fundo garantirá crédito a pequena e média empresa
Meta do governo é ampliar o financiamento dos bancos para capital de giro
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve criar hoje o fundo garantidor de crédito a pequenas e médias empresas, com verba do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.
O mecanismo elimina o risco de inadimplência, funcionando como uma espécie de aval para que os bancos voltem a financiar empresas menores sem correrem o risco de não receber. O governo espera que, assim, as instituições ainda baixem os juros sobre empréstimos. O fundo assegura capital de giro às empresas e é uma reivindicação-chave do grupo que reúne empresários criado no início deste ano pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, para acompanhar a crise econômica e sugerir medidas que reduzam seus efeitos no Brasil. Os detalhes técnicos do fundo estavam sendo fechados ontem à noite. O montante ainda não havia sido definido, mas o governo deve reduzir os juros do dinheiro que repassará para o BNDES. O Banco do Brasil também pode entrar com parte dos recursos. (págs. 1 e B4)

Foto legenda: Papo-cabeça
O presidente Lula bate bola com Ronaldo no escritório da Presidência em SP ao lado do técnico do Corinthians, Mano Menezes, e do presidente do clube, Andres Sanchez; Lula, corintiano, pediu ao jogador que o ajude na campanha sobre certidão de nascimento (pág. 1)
Planalto cogita imposto sobre poupança acusa dos R$ 50 mil
O governo estuda cobrar Imposto de Renda das aplicações na poupança, conforme a Folha antecipou, e pode taxar as contas com depósitos acima de R$ 50 mil. Esse era o valor em discussão na Fazenda, que programou para hoje a divulgação das mudanças na poupança. O anúncio, porém, pode ser adiado porque o presidente Lula estava em São Paulo. A taxação da caderneta está prevista para o próximo ano. (págs. 1 e B3)

Juros recuam, mas bancos não repassam custo menor a cliente
Pesquisa da Anefac (associação de executivos de finanças) mostra que o juro dos empréstimos segue em queda. Em abril, a taxa para pessoa física foi de 7,33%, ante 7,61% em novembro. Os bancos, porém, não repassam ao cliente a queda na taxa básica do Banco Central, de 9,5 pontos desde 2005. O juro para empresas recuou apenas 4,2. (págs. 1 e B3)

Exames em José Alencar detectam retorno de câncer
Menos de quatro meses após ter se submetido a uma cirurgia de quase 18 horas para retirada de tumores abdominais, o vice-presidente José Alencar, 77, passou por um novo exame que detectou a recorrência da doença.
Segundo nota divulgada pelo Hospital Sírio-Libanês, a equipe médica que dá assistência a Alencar já replaneja o tratamento. (págs. 1 e A10)
Serra não cumpre 40% das suas metas
O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), não conseguiu cumprir em 2008 40% das metas que estabeleceu no Plano Plurianual. Pelo documento, o governo torna diretrizes públicas e diz como executará o Orçamento para atingir seus objetivos em todas as áreas. Em nenhum setor o Estado cumpriu todas as metas. A Saúde atingiu a maioria, e a Administração Penitenciária teve o pior resultado. Para Serra, o balanço do plano não é instrumento para avaliar a gestão: "No atacado, as grandes metas estão sendo preenchidas". (págs. 1 e C1)

Estudo sugere que o Senado corte mais de 100 diretorias
Relatório preliminar sobre a reforma administrativa no Senado, feito pela Fundação Getulio Vargas, sugere reduzir para 7 as atuais no diretorias da Casa.
O estudo da FGV, no entanto, não prevê perdas salariais para os servidores que ocupam esses postos hoje. Além disso, 5 dos 7 diretores teriam aumento de valor ainda não definido. (págs. 1 e A4)

Ossada achada em 1996 pode ser de morto no Araguaia
Peritos dizem que o esqueleto batizado de X-2 pelo governo, exumado há 13 anos em Xambioá (TO), tem características idênticas à do guerrilheiro Bergson Farias, morto no Araguaia em 1972, relata Sergio Torres. Perícia recomenda novo exame de DNA na ossada. De 60 guerrilheiros desaparecidos na área, só um corpo foi identificado. (págs. 1 e A8)

Governo criará cota para ação afirmativa em bolsa de pesquisa
O governo federal abrirá 600 vagas em um programa de iniciação científica para alunos que entrarem em universidades públicas por meio de ações afirmativas. A criação, pelo governo, de cotas em bolsas de pesquisa é inédita no Brasil. O programa, tratado como projeto-piloto, pagará ao bolsista R$ 300 ao mês por um ano sob o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, que hoje oferece 20 mil bolsas anuais. (págs. 1 e C4)

Editoriais Leia "Caixa um e meio", que critica doações indiretas; e "Terror de raiz" sobre ofensivas na Ásia Central. (págs. 1 e A2)

Elio Gaspari:
Ekipekonômica ceva rentistas e assume o papel de Mãe da Banca
No papel de Mãe da Banca, um pedaço da ekipekonômica quer desatar o nó do rendimento das cadernetas de poupança do andar de baixo desonerando a carga tributária que incide sobre o ganho de quem aplica nos fundos do andar de cima.A providência destina-se a preservar a ficção de que a economia brasileira pode funcionar cevando uma classe de rentistas e uma banca oligopolizada. (págs. 1 e A8)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Governo autorizou manobra contábil feita pela Petrobras
Mercadante diz que isso é melhor do que ajudar empresa com dinheiro público O governo e os ministros com assento no Conselho de Administração da Petrobrás deram aval à decisão da empresa de alterar o sistema de cálculo do Imposto de Renda. Esse foi o instrumento encontrado pela cúpula da Petrobrás para, no auge da crise, tornar viável a manutenção de um elevado nível de investimentos. “Trata-se de política de governo para manter os investimentos. É melhor do que socorrer a empresa com dinheiro do Tesouro", defendeu o senador Aloizio Mercadante (PT-SP), porta-voz do governo nas negociações de ontem para acalmar a oposição. As críticas a esse procedimento tiveram origem no fato de a estatal ter mudado o regime de declaração do imposto. O presidente da empresa, José Sérgio Gabrielli, havia explicado em reunião do Senado, em março, que a manobra era natural. (págs. 1 e B1)
Direto da fonte: Mudança no meio do jogo
Everardo Maciel, ex-secretário da Receita e autor da MP que permite às empresas a mudança do regime de declaração do IR, acha que a Petrobras errou. "Ela não pode mudar de ideia no meio do ano", diz. (págs. 1 e Caderno 2)

Reforma preserva estrutura do Senado
A Fundação Getúlio Vargas apresentou ontem uma proposta de reforma que extingue a diretoria-geral do Senado, mas preserva a maior parte das estruturas da Casa. O projeto eleva salários de alguns diretores e muda o nome do cargo de outros, além de manter 435 funções comissionadas. Os autores do estudo argumentaram que o fundamento do trabalho não era realizar “cortes pirotécnicos" de custo. (págs. 1 e A4)

Foto legenda: Futebol: Lula e o Fenômeno
Ronaldo bate bola com Lula, em visita ao gabinete presidencial em São Paulo, ao lado do dirigente corintiano Andrés Sanchez: o presidente chamou jogador de ‘Fofão’. (págs. 1 e E2)
Doação ilegal a vereadores de SP é de R$ 3 mi, diz promotor
Representação enviada à Justiça Eleitoral acusa 29 vereadores paulistanos de receber R$ 3,1 milhões em doações ilegais de campanha da Associação Imobiliária Brasileira. Segundo a 1ª Zona Eleitoral, o maior beneficiário foi o tucano José Police Neto, líder do governo e que foi relator de projeto de concessão urbanística à iniciativa privada. Os vereadores negam a irregularidade. (págs. 1, C1 e C3)

Lei manda plano de saúde pagar DIU e vasectomia
Conforme lei sancionada ontem, os planos de saúde estão obrigados a cobrir procedimentos de planejamento familiar, contraceptivos ou de fertilização. Por determinação da Agência Nacional de Saúde, agora ratificada em lei, os planos têm de pagar laqueaduras, vasectomias e implantes de DIU. A reprodução assistida continua sem definição. (págs. 1 e A18)

Lula quer usar crescimento da máquina como trunfo eleitoral
Um estudo do Ministério do Planejamento mostra que o governo Lula contratou 100 mil novos servidores em seis anos, dos quais 53,8 mil permaneceram. A folha de pagamento deverá passar de 4,8% do PIB neste ano. O estudo foi pedido pelo presidente Lula para tentar mostrar, na eleição, que o governo acertou ao elevar o salário do funcionalismo porque isso beneficiaria a população. (págs. 1 e A8)

Damatta: Eu estou me lixando para você, leitor (págs. 1 e D14)

Saúde:
OMS teme gripe suína resistente
Para entidade, Tamiflu pode fortalecer o vírus no Hemisfério Sul. (págs. 1 e A19)

Religião:
Vaticano: papa era anti-Hitler
Com veemência, Igreja desvincula Bento XVI do regime nazista. (págs. 1 e A16)

Agrícola:
O DNA da soja
Genoma da planta será apresentado em congresso sobre a leguminosa. (pág. 1)
Notas & Informações:
Solidariedade e interesse
O governo brasileiro vai emprestar R$ 10 bilhões a países sul-americanos. A iniciativa tem méritos, mas seria oportuno o governo dedicar o mesmo cuidado aos interesses comerciais do País na região. (págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil

Manchete: Mais crédito, menos calote
Juros a pessoa física caem pelo terceiro mês e ajudam a reduzir número de cheques sem fundo
O consumidor brasileiro começa a se favorecer com a combinação entre retomada do crédito e queda nos juros praticados no mercado - estimuladas pela redução da taxa básica da economia, a Selic. Dados divulgados optem pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) e pelo Telecheque mostram queda nos juros do crédito à pessoa física e no número de cheques sem fundo no país. Foi o terceiro mês consecutivo em que as taxas das operações de crédito caíram no país - a exceção se deu nos índices dos cartões de crédito. Para especialistas ouvidos pelo JB, a diminuição do calote é um sinal de melhora no controle de gastos das famílias. Com isso, os próprios bancos, que havia alguns meses hesitavam até em abrir contas, estão buscando novos correntistas. (págs. 1 e Economia A17)
Rio enfrenta dois gigantes
Flu encara o Fenômeno, Fla tenta parar 'Nilmaradona'
O dia promete fortes emoções na Copa do Brasil. O aquecimento será às 19h30, no caldeirão de São Januário, onde o Vasco recebe o Vitória. Às 21h50, dois clássicos: no Pacaembu, o Fluminense de Fred enfrenta o Corinthians de Ronaldo. E no Maracanã o Flamengo conta com ajuda da torcida para tentar intimidar o Internacional de Nilmar, o craque da moda, que domingo marcou um gol antológico contra o campeão paulista. (págs. 1, Esportes D3 a D5 e D8)
Foto legenda: Chefes - Lula e Ronaldo esqueceram divergências e bateram bola no escritório da Presidência, em São Paulo

Governo negocia liberação de patentes contra a gripe suína
O secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, Reinaldo Guimarães, revelou que vai se reunir com os laboratórios Roche e GSK a fim de obter o licenciamento voluntário de fabricação dos medicamentos oseltamivir (nome comercial Tamiflu) e zanamivir (nome comercial Relenza), antivirais indicados pela Organização Mundial de Saúde para o tratamento da gripe suína. O acordo reduziria os custos de combate à doença no Brasil, com a transferência da tecnologia de produção para laboratórios públicos e a produção de genéricos. A legislação internacional estimula a quebra de patentes em casos de epidemia, sempre que a OMS reconhece a eficácia do medicamento. Foi o que ocorreu quando o Brasil quebrou a patente de remédios contra Aids. (págs. 1 e Tema do Dia A2 a A5)

Um Fundo para combate a calamidades
A fim de superar a burocracia que dificulta o envio de recursos a estados em calamidade pública, governadores do Nordeste defenderam, no Senado, a criação de Fundo Nacional com recursos para a Defesa Civil. (págs. 1 e País A6)

Hugo Chávez e o celular bolivariano
O presidente Hugo Chávez lançou na Venezuela o celular "bolivariano". Custa o equivalente a US$ 14 e, com tecnologia chinesa, será o primeiro montado no país - tem câmera, internet, MP3 e alarme. (págs. 1 e Internacional A22)

Foto legenda:
Integração
O papa Bento XVI cumpriu o ritual de todos os que visitam o Muro das Lamentações, em Jerusalém, e deixou nele um pedido. O governo de Israel elogiou a visita do pontífice ao país. (págs. 1 e Internacional A23)

Imposto para além dos R$ 50 mil
O governo estuda taxar valores a partir de R$ 50 mil aplicados na caderneta de poupança, evitando prejudicar os pequenos aplicadores. O ministro da fazenda, Guido Mantega, disse a sindicalistas que quer impedir especuladores de migrarem para a caderneta. (págs. 1 e A19)

Sociedade Aberta
Jacob Kierszenbaum
Sociedade de Imunologia do RioBrasil está preparado para a epidemia. (págs. 1 e A5)
Sociedade Aberta
Aloizio Mercadante
Senador (PT-SP)
País tem de preservar a Petrobrás. (págs. 1 e A19)
Sociedade Aberta
Antonio Carlos Lemgruber
Ex-presidente do Banco Central
Empresários precisam entender o BC. (págs. 1 e A18)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Bondades para o servidor
PLANO DE SAÚDE //
Distritais aprovam projeto que permite a 130 mil servidores ativos e inativos do GDF fazer exames, consultas e internações nos laboratórios e hospitais privados. A conta será paga pelo Tesouro local, com contrapartida do funcionalismo a ser definida.
REAJUSTE SALARIAL //
Em audiência na Comissão de Orçamento do Congresso, ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, confirma que aumento para 1,8 milhão de funcionários públicos federais sairá mesmo em julho, conforme acordo com as categorias.
TÍQUETE-ALIMENTAÇÃO //
Embora não tenha dito em quanto, o governo federal também avisou que elevará o valor do benefício distribuído a 539 mil servidores da ativa. A ajuda varia de R$ 126 a R$ 161,99 e está congelada desde 2004. (págs. 1, 7 e 14)

Juro bancário cai e consumidor volta às compras (págs. 1 e 13)

Senado: Reforma cosmética
O estudo da FGV para moralizar o Senado propõe uma mudança de fachada. Secretarias viram coordenações e diretorias passam a ser absorvidas por outras. Mas a gastança de R$ 170 milhões só diminui 0,5%. (págs. 1 e Tema do Dia, 2)

Concurso da PM
Provas serão realizadas em 13 de junho. Candidatos a soldado, com salário de R$ 4 mil, devem ter nível superior. (págs. 1 e 15)
Deputado: O assassino do trânsito
Com 30 multas e carteira de habilitação suspensa, o deputado estadual Fernando Cali Filho (PSB-PR) ampliou a folha corrida de delitos de trânsito. Matou duas pessoas em acidente. Testemunha diz que ele estava em alta velocidade. (págs. 1 e 10)

O capitão do Bandeirante
Vestido de vaqueiro, com apitos e medalha do Sesc sobre o peito, Sebastião Severino ajuda a controlar o trânsito nos cruzamentos do Núcleo Bandeirante com a BR-040 e é figura conhecida de motoristas e pedestres. Morador do Lar dos Velhinhos, é o único que sai à rua todos os dias. (págs. 1 e 28)

------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico

Manchete: Expectativa de mudança na poupança trava o mercado
A expectativa do anúncio de mudanças nas regras da poupança e dos fundos de renda fixa travou ontem o mercado futuro de juros da BM&F, desacelerando a queda das projeções de CDI e o giro de negócios. A partir do teor e da extensão das alterações, o mercado poderá calcular um piso para a queda da Selic, hoje em 10,25%, e reduzir a dispersão dos prognósticos para o fim do ano, entre 8,25% e 9,25%. O governo concluiu os estudos e vai anunciar hoje mesmo urna solução para a questão. Os trabalhos na Fazenda tendiam a reduzir a tributação dos fundos de investimento e passar a cobrar Imposto de Renda (IR) sobre os ganhos de contas de poupança com saldo acima de determinado valor. Ontem, ainda não tinha sido definido se o IR será maior para saldos acima de R$ 50 mil ou R$ 100 mil. (págs. 1, C2 e D2)

Produtividade na indústria diminui 1,8%
A produtividade da indústria brasileira caiu 1,8% no acumulado de 12 meses até março, depois de sustentar alta de 4% até setembro do ano passado. O resultado de março reflete a queda de 1,9% na produção, que não foi acompanhada na mesma proporção pelo volume de horas pagas, que caiu apenas 0,1% no período, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Economistas ouvidos pelo Valor ainda esperam um ajuste no nível de emprego da indústria, mas não acreditam que o corte de pessoal vai acompanhar, com defasagem, a forte queda na produção. Eles lembram que parte da redução da atividade industrial foi feita para ajustar o nível dos estoques. (págs. 1 e A4)

Lula faz lobby por padrão da TV digital
Aumentou o lobby do governo brasileiro para convencer os países da América do Sul a adotar o sistema ISDB-T de televisão digital. O presidente Lula e o chanceler Celso Amorim aproveitaram encontros com seus pares da região para reforçar argumentos a favor do padrão "nipo-brasileiro" e vender a ideia de que a uniformização do sistema atrairá investimentos à indústria sul-americana.
O lobby já funcionou com o Peru. Mas há uma disputa acirrada com os europeus, que conseguiram emplacar o padrão DVB na Colômbia e Uruguai. As decisões de Argentina e Chile, que deram sinais recentes de disposição em fazer parcerias com o Brasil e adotar o sistema japonês, são vistas pelo Itamaraty como fundamentais para fazer do ISDB-T uma plataforma da TV digital na região. (págs. 1, B1 e B3)
Foto legenda: Na lata
O Brasil, com expansão de 17,4%, foi o país que apresentou o maior crescimento nas vendas da Nivea no primeiro trimestre, tornando mais próxima a promessa feita por Nicolas Fischer, quando assumiu a presidência da companhia no país, de dobrá-la de tamanho. (págs. 1 e B5)
Porto Velho precisa de porto novo
Vencidas as resistências e entraves ambientais e burocráticos, a construção das usinas do rio Madeira, em Rondônia, enfrenta agora a falta de condições do porto da cidade, que não tem capacidade para atender as necessidades das obras na região.
Um novo porto não ficaria pronto antes de 2010, mas muito antes disso a Votorantim começa a produzir cimento em sua nova fábrica, em Porto Velho, e vai receber 30% da matéria-prima pelo Madeira. No próximo ano, chegam os equipamentos para a usina de Jirau, que vai usar o porto como base. A urgência em encontrar uma solução fez com que o grupo de gerenciamento do PAC encarregasse o Dnit de resolver a questão e de improvisar uma avenida de contorno para que os equipamentos de grande porte não tenham que passar pelo meio da cidade. (págs. 1 e A12)

BB quer elevar em 30% o crédito à agricultura
O Banco do Brasil entrará na próxima safra, que começa oficialmente em julho, com a meta de elevar em 30% os empréstimos ao setor rural. Nos planos do banco, até agora "muito concentrado" em financiamentos a produtores de soja e milho, estão a "diversificação" da carteira e o aumento da base de clientes. "Não vamos flexibilizar as exigências técnicas ou prudenciais, mas precisamos facilitar esse crédito", disse o vice-presidente de agronegócios do BB, Luís Carlos Guedes Pinto. O banco considera que a situação está melhor no campo e uma gestão adequada dos negócios pode transformar investimentos em bons resultados - até abril, emprestou R$ 25 bilhões ao setor. O BB acredita que a nova safra, que começa a ser plantada em setembro, representará o "terceiro ano de recuperação" da renda agrícola. Espera preços em alta, dólar remunerador, custos de produção menores e retomada dos financiamentos pelas tradings. Mesmo assim, a safra ainda será prejudicada pelo endividamento elevado de produtores e cooperativas. (págs. 1 e B10)

Compensações tributárias abrem litígio com a Receita
A iniciativa da Petrobras, de alterar a contabilização das variações cambiais no cálculo IR e da CSLL no decorrer do ano passado foi seguida por outras companhias e deve provocar uma nova disputa judicial com a Receita. Só no caso da estatal, a mudança deu origem a um crédito tributário utilizado entre dezembro e março para compensar R$ 3,94 bilhões em PIS/Cofins e Cide.
Para a Receita, uma vez feita a opção, pelo regime de competência ou de caixa, não há mais possibilidade de alterar o sistema de contabilização no mesmo exercício. Tributaristas ouvidos pelo Valor discordam desse entendimento. (págs. 1 e A3)
Spaipa cresce no interior de São Paulo
A Spaipa, fabricante e distribuidora da Coca-Cola para o Paraná e parte do interior paulista, intensificou nos últimos anos os investimentos em suas três fábricas, reforçou as vendas e os resultados. Em 2003, tinha capacidade para produzir 13 milhões de caixas de refrigerantes por mês; neste ano, deverá produzir o dobro, com faturamento de R$ 1,7 bilhão. Ontem, após investimento de R$ 86 milhões, a empresa inaugurou uma fábrica em Marília (SP), considerada estratégica para o crescimento no interior de São Paulo, mercado no qual afirma ter participação de 50%. (págs. 1 e B7)

Aporte do Tesouro terá custo menor para o BNDES (págs. 1 e C1)

Segunda maior empresa de TI da Índia, a Infosys escolhe Belo Horizonte para iniciar atuação no país, diz Andrade (págs. 1 e B3)

Gás da Bolívia atrai indianosUma subsidiária da siderúrgica indiana Jindal Power & Steel informou ter descoberto uma reserva de gás na Bolívia com capacidade para 100 mil metros³/dia. A produção deverá começar a ser exportada para a Argentina em junho. (págs. 1 e A9)

Recessão americana
O déficit comercial dos Estados Unidos voltou a subir em março, depois de sete meses consecutivos de queda, e somou US$ 27,6 bilhões, frente aos US$ 26,1 bilhões do mês anterior. As exportações diminuíram 2,4% e as importações recuaram pelo oitavo mês seguido. (págs. 1 e A9)

Perfil da pirataria
Levantamento da Business Softwarc Alliance mostra que os programas piratas ainda dominam 58% do mercado brasileiro. Há três anos, essa participação era de 64%. Estima-se que, no mundo, cada percentual da pirataria represente uma perda de U5$ 1,3 bilhão à indústria de software. (págs. 1 e B3)

Moradia popular
A construtora Cury, que tem 50% do capital nas mãos da Cyrela, assina hoje um acordo com a Prefeitura de Guarulhos (51') e a Caixa Econômica Federal para a construção de 12 mil moradias dentro do programa "Minha Casa, Minha Vida", três vezes mais que os lançamentos de 2008. (págs. 1 e B7)

Recuperação do petróleo
Com uma alta de 73% desde seu pior momento, em fevereiro, os preços ao petróleo aproximam-se dos US$ 60. O novo cenário pode atrapalhar a recuperação da economia, mas favorece as petroleiras e afesta o risco de escassez e explosão de preços no pós-crise. (págs. 1 e B8)

Primeira sonda brasileira
A empresa brasileira Brasfond e a alemã Bauer formaram uma joint venture, a Brasbauer, para produzir sondas terrestres de perfuração e extração de petróleo no Brasil, em Guarulhos (SP). Será a primeira fabricante nacional do equipamento. (págs. 1 e B8)
Otimismo no campo
Primeiro relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos sobre o mercado mundial de grãos na safra 2009/10 prevê recuperação da demanda para as principais commodities agrícolas, reflexo da recuperação da economia a partir do fim do ano. (págs. 1 e B10)
Ideias
Gustavo Loyola: o governo tende a uma meia-sola tributária para mudar a caderneta de poupança. (págs. 1 e A11)

Ideias
José Luiz Alquéres: concessões de exploração hidrelétrica deveriam ser feitas por bacias fluviais. (págs. 1 e A10)

------------------------------------------------------------------------------------
Gazeta Mercantil

Manchete: Poupança com mais de R$ 50 mil terá imposto
O governo estuda taxar com o Imposto Renda valores acima de R$ 50 mil aplicados na caderneta de poupança. Com isso espera não prejudicar os pequenos poupadores, disse ontem uma fonte do Ministério da Fazenda à Gazeta Mercantil. A principal vantagem da aplicação mais popular do País em relação às demais formas de investimento é a isenção de tributos. A assessoria do ministério trabalhava ontem com a probabilidade de a medida ser anunciada ainda hoje.A mesma fonte do ministério informou que a redução de impostos, principalmente o Imposto de Renda, sobre os fundos de investimentos (renda fixa e DI) não estaria descartada. (págs. 1 e B1)

Emprego cai 0,6% em março e produtividade cresce 1,6%
O emprego industrial registrou recuo de 0,6% entre fevereiro e março, uma queda mais amena comparada às taxas idênticas de 1,4% verificadas nos dois primeiros meses de 2009. “Essa taxa de 0,6% já não é tão acentuada quanto as outras”, afirma André Macedo, um dos economistas responsáveis pela Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salários (Pimes) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).De acordo com a Tendências Consultoria Integrada, o custo unitário do trabalho caiu 3,2% em março, comparado com o mês anterior. A produtividade cresceu 1,6% no período como resultado do aumento da produção e da diminuição das horas pagas. Os acordos salariais e redução de jornada contribuíram para este resultado. (págs. 1 e A5)

Foto legenda: Trem-bala
Caso o projeto coreano do trem-bala seja aceito pelo Brasil, a linha São Paulo-Rio de Janeiro poderá funcionar a tempo da Copa do Mundo de 2014, garantem autoridades da Coreia do Sul. “Em termos de prazo, ninguém consegue ganhar da Coreia”, disse o ministro dos Transportes, Jong-Hwan Chung, que hoje se reúne com a ministra Dilma Rousseff. (págs. 1 e C4)

Pirataria de software recua no Brasil
A pirataria está em declínio no Brasil e é ascendente no mundo. Os vilões do ranking são mercados emergentes, principalmente alguns dos países asiáticos banhados pelo oceano Pacífico. Esta é uma das conclusões do estudo promovido pela Business Software Alliance (BSA), entidade internacional que defende os interesses dos fabricantes de software, e conduzido pela consultoria International Data Corporation (IDC).O levantamento constatou que o índice de uso ilegal de programas de computador no País caiu 1 ponto percentual em 2008, comparativamente a 2007, fechando em 58%. A taxa, segundo estimativa da IDC, corresponderia a um prejuízo, no País, de US$ 1,645 bilhão para as empresas de software. (págs. 1 e C1)
Crise faz Europa reduzir taxa para registro de marca
A crise financeira mundial fez o Escritório para a Harmonização do Mercado Interno (OHIM) — equivalente europeu ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) — reduzir em 55,6% (de ¥ 900 para ¥ 400) a taxa oficial para obtenção da chamada marca comunitária, na União Européia. Enquanto isso, no Brasil o INPI aumentou a taxa em 20%. (págs. 1 e A10)

Previdência dos EUA à beira da falência
Um relatório divulgado ontem pela Casa Branca revela que os sistemas de saúde pública e seguridade social dos Estados Unidos pioraram com a crise financeira, especialmente com o aumento do desemprego, e se aproximam da insolvência. Os administradores dos fundos de pensão informaram que o programa de seguridade social deve esgotar-se em 2037, quatro anos antes do previsto. O fundo de saúde pública se esgotará em 2017. Até o ano passado, acreditava-se que o fundo duraria até 2019. Estas projeções baseiam-se no fato de que não haverá mudança nos atuais benefícios, políticas e taxas fiscais.
O secretário do Tesouro, Timothy Geithner, afirmou ontem em nota que as novas previsões ressaltam a necessidade de uma ação bipartidária para enfrentar o problema por meio do que chamou de “mudanças difíceis, porém possíveis”. (págs. 1 e A11)

Brascan prevê CPFL, Cemig e Copel com lucro menor
Três grandes distribuidoras de energia elétrica com forte presença no Brasil — CPFL, Cemig e Copel — fecharam o primeiro trimestre do ano com lucros inferiores aos registrados em igual período de 2008. Pelo menos é o que prevê a Brascan Corretora ao estimar queda de 19%, 6,5% e 0,7%, respectivamente, nos ganhos das companhias, que devem divulgar hoje seus resultados apurados nos primeiros três meses do ano.Um dos principais fatores para o lucro menor das energéticas, segundo o estudo da Brascan, foi a desaceleração da economia brasileira, que reduziu o consumo de eletricidade no setor industrial. (págs. 1 e C7)

Fusão cria a sétima maior auditoria do País
O mercado de auditoria e contabilidade está movimentado. As empresas do segmento buscam parcerias para ganhar escala e competir com as quatro principais firmas que atuam no País. Hoje, a RCS e a Horwath Tufani, Reis & Soares anunciam sua união, formando a sétima auditoria do País, com 500 clientes. (págs. 1 e B3)

Internet
Brasil já tem agência especializada em Twitter (págs. 1e C8)
Agronegócio
Cresce consumo de café no mercado interno (págs. 1 e B9)

Telefônica lucra R$ 482,6 milhões
A Telefônica encerrou o primeiro trimestre com lucro de R$ 482,6 milhões, 1,2% menos que em igual período de 2008. O aumento das receitas de TV paga e banda larga compensou a queda das de telefonia fixa (págs. 1 e A5)

BNDES empresta à Braskem
O BNDES aprovou financiamento de R$ 555,6 milhões para o projeto da Braskem de produção de polietilenos a partir de etanol, o chamado “plástico verde”. (págs. 1 e C6)

Rumores fazem Perdigão disparar
As ações da Perdigão tiveram ontem a maior alta do Ibovespa depois de rumores de que a companhia teria participação de 70% em uma fusão com a Sadia. (págs. 1 e B9)

Opinião:
Agustín Carstens
Não podemos perder de vista os países mais pobres do mundo. São eles que vão arcar com as piores consequências da crise global. (págs. 1 e A3)

Opinião:
Ariverson Feltrin
O TCU descobriu que defunto faz boquinha no ultrapolêmico Bolsa Família. Mortos ressuscitam a cada mês para receber a contribuição. (págs. 1 e A3)

Opinião:
Cesar Giobbi
Depois da Bolívia e do Equador desrespeitarem o Brasil, agora é a vez do Paraguai, nosso parceiro em Itaipu. (págs. 1 e D8)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Quase R$ 1 bi para tirar BRs do buraco
Dnit anuncia programa orçado em R$ 902 milhões para acabar com todos os buracos nos 8,4 mil quilômetros de estradas federais em Minas até junho de 2010 e garantir manutenção da malha nos 12 meses seguintes. No entanto, do orçamento de R$ 850 milhões previsto para as BRs mineiras este ano, só foram gastos até agora R$ 100 milhões (págs. 1 e 19)
O novo Enem
MEC divulga hoje a proposta detalhada do exame e os critérios para que substitua vestibulares no acesso ao ensino superior. Serão 200 questões de múltipla escolha e uma redação. Disciplinas terão pesos diferentes de acordo com a área escolhida. (págs. 1 e 22)
Lula tieta o ‘Fofão’
Corintiano roxo, Lula bate bola com Ronaldo, que foi visitá-lo no gabinete da Presidência da República em São Paulo. Hoje, pela Copa do Brasil, o Timão recebe o Fluminense, o Flamengo pega o Inter e o Vasco encara o Vitória. (pág.1)

Reforma: Senado muda, mas a farra segue
Após estudo de 30 dias, FGV sugere mudanças de nomenclatura em diretorias, mas poupa servidores graúdos e não reduz salários. No final, economia com reforma não deve passar de R$ 650 mil mensais. (págs. 1 e 3)

José Alencar: Exames indicam volta de câncer (págs. 1 e 5)
Grande BH: Prefeitos ganham até R$ 21,9 mil (págs. 1 e 6)
O carrasco no banco dos réus
Ex-guarda de campo de concentração é extraditado dos EUA para a Alemanha, onde será réu no último grande julgamento de nazista no país, John Demjankuk, de 89 anos, é acusado de participar do assassinato de 29 mil judeus. (págs. 1 e 17)

Foto legenda: Críticas ao papa em Jerusalém
Bento XVI reza no Muro das Lamentações durante visita a Israel. O presidente do Parlamento do país acusou o pontífice de se mostrar alheio ao sofrimento do Holocausto e de ter pertencido à Juventude Hitlerista. O Vaticano nega. (págs. 1 e 17)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Leão para em Marcos
Sport incendiou sua torcida ao vencer por 1x0 no tempo normal, gol de Wilson. Mas, na decisão da vaga nos pênaltis brilhou a estrela do goleiro do Palmeiras, que defendeu três cobranças e eliminou o time pernambucano da Libertadores. (pág. 1)

Grávida é morta a facadas em Paulista
Casal foi vítima de seqüestro relâmpago quando a mulher saía da faculdade. Marido também foi esfaqueado, mas sobreviveu e está hospitalizado. (pág.1)
Justiça vai decidir sobre mudança na regra da vestibular (pág.1)

Proposta do governo beneficia fundos sem mexer na poupança (pág.1)

Justiça mantém o aumento da conta de luz em 3,64% (pág.1)
OMS alerta que números da gripe são bem maiores (pág.1)
Chuva demais (pág.1)

------------------------------------------------------------------------------------