quarta-feira, 11 de agosto de 2010

* Plebiscito Popular pelo limite da terra será realizado em setembro


Plebiscito Popular pelo limite da terra será realizado em setembro

Sociedade brasileira está sendo conscientizada e mobilizada para a
campanha do limite; vários Estados já estão se organizando para levar
a população às urnas entre os dias 01 e 07 de setembro

[1]VAMOS ÀS URNAS MOSTRAR NOSSO PODER POPULAR


por Assessoria de Comunicação FNRA

O Plebiscito Popular pelo limite da propriedade da terra será o ato concreto do povo brasileiro contra a concentração de terras no país, que é o segundo maior concentrador do mundo, perdendo apenas para o Paraguai. Esta consulta popular é fruto da Campanha Nacional pelo Limite da Propriedade da Terra, promovida pelo Fórum Nacional da Reforma Agrária e Justiça no Campo (FNRA) desde o ano 2000.
A campanha foi criada com o objetivo de conscientizar e mobilizar a sociedade brasileira sobre a necessidade e a importância de se estabelecer um limite para a propriedade. Mais de 50 entidades, organizações, movimentos e pastorais sociais que compõem o FNRA estão engajadas na articulação massiva em todos os estados da federação.
Cada cidadã e cidadão brasileiro será convidado a votar entre os dias 01 e 07 de setembro, durante a Semana da Pátria, junto com o Grito dos Excluídos, para expressar se concorda ou não com o limite da propriedade. O objetivo final é pressionar o Congresso Nacional para que seja incluída na Constituição Brasileira um novo inciso que limite a terra em 35 módulos fiscais, medida sugerida pela campanha do FNRA. Áreas acima de 35 módulos seriam automaticamente incorporadas ao patrimônio público e destinadas à reforma agrária.
"A Campanha da Fraternidade deste ano também propõe como gesto concreto de compromisso a participação no plebiscito pelo limite da propriedade. Um limite para a propriedade faz parte de uma nova ordem econômica a serviço da vida", afirmou Dirceu Fumagalli, membro da coordenação nacional da CPT. Para ele, uma consulta popular, mais do que obter resultados concretos com a votação, é um processo pedagógico importante de formação e conscientização do povo brasileiro sobre a realidade agrária. "São milhares de famílias acampadas à espera de uma reforma agrária justa. São índices crescentes da violência no campo. É o crescimento desordenado dos grandes centros urbanos. Tudo isso tem relação direta com a absurda
concentração de terras no Brasil."
Segundo Luiz Claudio Mandela, membro da coordenação colegiada da Cáritas Brasileira, os promotores do plebiscito querem dialogar com a sociedade sobre a concentração de terras no Brasil. "Isso interfere na estrutura política, social, econômica e geográfica do país", ressaltou. De acordo com Mandela, durante toda a campanha estão sendo coletadas assinaturas para que esta proposta seja convertida em um projeto de iniciativa popular. "Para isso precisamos de, no mínimo, 1,5 milhão de assinaturas. Mas pretendemos superar esta meta."


Outras informações:
POR QUE LIMITAR AS PROPRIEDADES DE TERRA NO BRASIL?
_PORQUE A PEQUENA PROPRIEDADE FAMILIAR, SEGUNDO DADOS DO CENSO
AGROPECUÁRIO DO IBGE 2006:_

* Produz a maior parte dos alimentos da mesa dos brasileiros: toda a produção de hortaliças, 87% da mandioca, 70% do feijão, 46% do milho, 38% do café, 34% do arroz, 21% do trigo; 58% do leite, 59% dos suínos, 50% das aves.
* Emprega 74,4% das pessoas ocupadas no campo (as empresas do agronegócio só empregam 25,6% do total.)
* A cada cem hectares ocupa 15 pessoas (as empresas do agronegócio ocupam 1,7 pessoas a cada cem hectares).
* Os estabelecimentos com até 10 hectares apresentam os maiores ganhos por hectare, R$ 3.800,00.

_ENQUANTO A CONCENTRAÇÃO DE TERRAS NO LATIFÚNDIO E GRANDES EMPRESAS:_

* Expulsa as famílias do campo, jogando-as nas favelas e áreas de risco das grandes cidades;
* É responsável pelos conflitos e a violência no campo. Nos últimos 25 anos, conforme a Comissão Pastoral da Terra (CPT):

*

* 1.546 trabalhadores foram assassinados e houve uma média anual de
* 2.709 famílias expulsas de suas terras!
* 13.815 famílias despejadas!
* 422 pessoas presas!
* 765 conflitos diretamente relacionados à luta pela terra!
* 92.290 famílias envolvidas em conflitos por terra!

* Lança mão de relações de trabalho análogas ao trabalho escravo.
Em 25 anos 2.438 ocorrências de trabalho escravo foram registradas, com
163 mil trabalhadores escravizados.
*
*
*

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

* Vidente famoso fala sobre previsões de tempestades e enchentes na Bacia do Rio Una!

Diante de pânicos sobre o sonho do evangélico Luiz Mário, Oficial de Justiça de CAtende - PE, eu entrei em contato com um vidente que preveu muitos fatos durante vários anos. Consegui contatos com o ambientalista e premonitor Jucelino Nóbrega da Luz (foto acima) que por email e bate papo via skype disse o seguinte:
No email que recebi na tarde do dia 02 de Agosto/2010:


" PREZADO JAORISH GOMES TELES DA SILVA,
IRÃO ACONTECER MAIS ENCHENTES PIORES EM PERNAMBUCO E
NESSA REGIÃO, MAS NÃO VI EM JULHO E AGOSTO DE 2010, APENAS, CHUVAS FORTES E VENTOS NO NORDESTE,MAS NÃO COM O MESMO GRAU DE INTENSIDADE,A NÃO SER EM OUTRAS LOCALIDADES ,MAS RESPEITO MUITO O EVANGÉLICO E SUA OPINIÃO.
VOCÊ COMO PESSOA QUE VIVE NESSA REGIÃO PRECISA PREPARAR OS CORAÇÕES DAS PESSOAS QUE ESSES EVENTOS CONTINUARÃO A PIORAR E CHEGARÁ NO EXTREMO.
O PROBLEMA COM A DESTRUIÇÃO DO MEIO AMBIENTE É GRAVE.
PROF. JUCELINO NOBREGA DA LUZ"


Ele novamente comentou sobre o assunto no bate papo via skype, na noite do dia 02 de agosto/2010:


"Como já disse, na minha opinião não haverá no dia 7 de agosto de 2010, chuvas devastadoras como aquelas de 18 a 28 de junho de 2010. Já havia anunciado no meu twitter esse problema do nordeste, mas haverão problemas piores,m as não naquela data citada; com todo respeito ao evangélico. Apenas chuvas fortes ,mas não iguais. Só no Paraná e SUL E Sudeste que teremos concentrações de chuvas fortes...
Hão de ter chuvas fortes no Norte e Nordeste, não arrazadoras.
Apenas no Norte do País que teremos chuvas fortes depois do dia 10 de agosto de 2010."

Eis então outra informação importante sobre as reações das forças naturais!
Estamos aqui para informar e esclarecer em prol da harmonia e paz da humanidade!

Vamos orar e esperar o melhor para todos!
Para saber sobre as previsões do vidente, veja o site do Professor Jucelino Nóbrega da Luz . Ele preveu acidentes de aviões, terremotos como o do Chile, mortes de pessoas famosas... Vejam os fatos no site dele!


*
*
*




*

*

*

sábado, 31 de julho de 2010

* Continuam denúncias e revoltas em Palmares após 42 dias da enchente

Dia 29 de Julho/2010, Quitéria Beatriz da Silva, residente da 2ª Travessa da Rua do Rio, em Palmares - PE cedeu entrevista à nossa reportagem. Ela denunciou descaminhamentos pelo Governo das doações para as vítimas das enchentes de Junho/2010. O conteúdo desta entrevista é um resumo de revoltas das vítimas das enchentes ocorridas em Palmares (PE) em Junho/2010.

Veja o clipe:



Frases marcantes ditas pela entrevistada:
"- Nós sabiamos que estava enchendo mas não que seria assim..."
" - Nós estamos sem atendimento nenhum... Nós não recebemos nada... Lá onde a gente mora não chega água, não chega comida, não chega colchão... Eu quero saber onde estão as cestas básicas!... "
"- Ajuda que estou conseguindo é a que minhas colegas trazem mas não consegui nada que veio de fora..."
"- O Presidente Lula e o Governador Eduardo Campos e o povo de fora estão ajudando, mas o povo daqui da cidade não ajuda chegar para nós..."
"- A Rua do Rio e a Rua Nova é um desprezo só..."
"- Há trinta anos sou dona de uma casa que vira e mexe sofre com enxente!"
"- EStá todo mundo sem nada... Ajuda que é bom nós não temos!... "
" - O que está chegando a Palmares está sendo embutido e ninguém sabe aonde! Os grandões que não precisam é que estão com tudo!"
"- Nós precisamos de ajuda e não de conversa! E que o povo reaja!"
"- Nós somos gente e estamos sendo tratados como animais!"
"- Vai ter campanha política e tudo que está guardado vai servir para enrolar os trouxas com as cestas básicas... É bom o povo... É bom não votar neles mesmo!"
Ela comentou sobre o pânico gerado pela notícia sobre o sonho do evangélico Oficial de Justiça de Catende teve.
Denunciou sobre o mal atendimento nos Hospital e lamentou sobre a desativação do Hospital de Campanha do Exército em Palmares. E não conseguiu acessos aos donativos distribuidos pelo Exército.
Os bancos não funcionam e o povo tem que ir até Catende ou Ribeirão, cidades circunvizinhas...
Os Deputados da REgião foram omissos!
*
*
*

* Governo ludibriando sobre créditos para vítimas das enchentes

O Jornal do Commércio deste sábado, dia 31 de Julho/2010 destacou na capa que ficaram somente na promessa os créditos prometidos aos empresários vítimas das enchentes de Junho/2010 na Bacia do Rio Una em Pernambuco!

Ouvi relatos de vários empresários de Palmares (PE) sobre como se decepcionaram quando foram ao Banco do NOrdeste em busca dos créditos prometidos pelo Presidente Lula e pelo Governador Eduardo Campos. Todos os meios de comunicação divulgaram essas promessas e os empresários foram em busca das liberações dos fundos de auxílio do BNDES.
Mas ao chegar no Banco do NOrdeste os empresários souberam que as exigências continuam as mesmas, nenhuma facilidade foi liberada!
Uma amiga comentou: "Esses polítiqueiros discursam balelas e esquecem que algum momento o povo ficará sabendo como quiseram enganar! Principalmente quando nossa imprensa está vigilante e denunciando tudo de errado em nosso país!"...

Creio que isso é motivo para os empresários se unir e entrar no Ministério Público com ações de denúncias sobre propaganda enganosa. Mas infelizmentea maioria dos nossos "líderes populares" estão envolvidos com as campanhas eleitorais para Presidente e para Governador ao lado dos que montaram esses discursos trapaceiros e todo o complô envolvendo o uso das enchentes como trampolim eleitoreiro!

O povo precisa dar voto em resposta a tudo isso!

*
*
*
Eu sou Jaorish, vivendo e relatando calamidades na Bacia do Rio Una!

* Profecia de evangélico cria pânico em Palmares e Catende!

Há duas semanas pânico foi gerado porque um evangélico (Luiz Mário, Oficial de Justiça) espalhou sobre sonhos proféticos de nova enchente na Bacia do Rio Una.
Ele reside em Catende - PE e cedeu entrevista na TV Jornal do Commercio (SBT - PE) e um clipe está online no YouTube.Veja:



Se ele diz que será enchente maior que as inundações dos dias 18 e 28 de Junho/2010, em Catende, maior será em Palmares, Água Preta e BArreiros: Em Catende o Rio Panelas desemboca no Rio Pyrangi. Rio Pyrangi desemboca no Rio Una, em Palmares.
Muita gente está em pânico diante da profecia do evangélico que trabalha no Fórum de Catende (PE) na função de Oficial de Justiça. Isso trouxe maior credibilidade ao que propaga sobre os sonhos.
Numa situação psicológica provocada por medos após enchentes devastadoras na Bacia do Rio Una em Pernambuco, principalmente em Catende, Palmares, Água Preta e em Barreiros, há mais disposições para as mentes serem envolvidas por sonhos. Mais ainda há mais mentes prontas para se impressionar e acreditar quando os relatos vêm de uma pessoa dedicada a orações.
E essa época nosso planeta está repleto de medos ocasionados das produções cinematográficas abordando o tema do fim do mundo, principalmente o fime 2012 sobre o qual há vários documentários, relatos científicos e religiosos divulgados pelo Histoy Channel, National Geographic entre outros. O YouTube está com um amontoado de clipes sobre o assunto.
Resultados desses medos são as migrações para lugares altos. Diante dessas divulgações sobre os sonhos deste evangélico, muitas pessoas saíram das cidades atingidas pelas enchentes de Junho/2010, rumo ao Agreste Pernambucano. Várias pessoas se mudaram para Caruaru, Garanhuns e outras cidades. Ou se mudaram para bairros existentes nos morros da periferia de Palmares.
Houve enchentes em Junho/2010 como nunca antes ocorreram na REgião. E os meses de maior precipitação pluviométrica são Julho e Agosto. Em setembro também chove muito. Isso fundamentam pavores na maior parte da população, diante da realidade do quanto de chuvas ainda virão...
As enchentes ocorreram durante o mês de Junho
Resta torcer para a profecia não ocorrer. E orar ao Pai Celestial para minorar as fúrias das forças naturais!
Uma advogada explica no clipe sobre os crimes que o "profeta" pode ser enquadrado se a enchente prevista não ocorrer.

*
*
*

Eu sou Jaorish, vivendo e relatando um estado de calamidades na Mata Sul Pernambucana.

domingo, 18 de julho de 2010

* Pastor Jorge denuncia abusos após enchente de 18/junho/2010 em Palmares!

Dia 26 de Junho, na Praça Dr. Paulo Paranhos em Palmares, o Pastor Jorge da Igreja Cristo Liberta, denunciou abusos de poder de policiais e venda de água a preços exorbitantes, após enchente do dia 18 de Junho/2010.
Disse que houve muitas sabotagens contra quem queria apenas ajudar ao povo!


*
*
*

sábado, 17 de julho de 2010

* Calamidade em Palmares será esquecida pela imprensa?

Em Palmares, terra das palmeiras em extinção, as enchentes derrubaram postes, casas e árvores mas não conseguiram derrubar as palmeiras da Rua Coronel Pedro Paranhos e da Praça Dr. Paulo Paranhos (muitos Paranhos citados de uma família omissa à sua terra)...
Palmares tem valores artísticos, uma linda História de Movimento Literário e florescente cultura! Mas ultimamente ficou muito divulgada como cidade vítima de uma enchente! Uma cidade devastada por uma hecatombe!

Os valores artísticos da "Terra dos Poetas" (hoje conhecida como terra da lama e da mendicância, fome, sede e fonte de pesca de votos estaduais e federais porque nada melhor que fazer política com kits de auxílio em cima de um um povo falido) não são divulgados...
Enquanto o Teatro Apolo em ampla destruição pelas águas das enchentes (foi reinaugurado dia 9 de Junho e ficou sem nenhuma atividade até dia 18 quando a enchente destruiu tudo novamente lá), o povo assiste ao trágico espetáculo das águas inundado Palmares. Nenhum outro espetáculo teatral, poético e musical teve tanta gente na platéia ao vivo ou via tv! Acima, foto do povo vendo enchente durante manhã do sábado dia 19 de Junho/2010 na Rua da Notícia tendo ao cenário de fundo a Praça Dr. Paulo Paranhos e início da Avenida Luiz de França.
Cruel esse gosto da Mídia por dar prioridades a fatos de violências, acidentes, hecatombes...
Na foto acima, povo vendo enchente invadindo a Rua Coronel Izácio e a Rua Travessa Nossa Senhora de Lourdes, em Palmares. Nenhum Diretor de Cena coerente projetaria tal encenação trágica cruel! Somente a incoerência humana ao depredar a Natureza produziria isso! Inocentes pagando pela crueldade de poucos poderosos que destróem matas e sujam os rios e não cuidam do saneamento urbano e rural!
Por muito tempo uma cidade produzindo belezas artísticas e sem ser divulgada mas em momentos de catástrofes ou de extrema violência, a imprensa nacional dar destaques.

A Mídia televisiva e até de imprensa escrita preservam maus costumes do gosto pelo sangue e pelo terror! E ainda maqueia fatos! A mentira suplanta verdades!

Palmares em destaques na tv e depois será esquecida! E os problemas continuarão porque se avolumarão com o tempo devidas as consequências resultantes da catástrofe: fome, desemprego, sede, doenças, epidemias, etc... E como não haverá mais furos de reportagens sobre hecatombes, a imprensa não noticiará!

Pior é saber outra realidade: até outubro, a assistência dos politiqueiros ávidos por votos continuará. Depois tudo será esquecido!

Por enquanto discursam e fazem maquiagem de doações de donativos e prometem reconstrução. Essa história foi vista em outras épocas!

O Governo promete ajudar com verbas mas na realidade os Bancos que ganham bem com isso diante dos empréstimos viabilizados "a longo prazo" e para quem tem "ficha limpa na Receita Federal!" (quem mais precisa, está com nome no SPC SERASA e não tem acessos a empréstimos, fica a revelia de mendicância dos favores politiqueiros de épocas de campanhas eleitoreiras)...
Muita gente falou tanto dos buracos na Prefeitura deixados por Prefeitos (metaforicamente) que da metáfora a idéia foi aproveitada e implantada pela natureza durante a enchente do dia 18 de junho/2010: a Praça Ismael Gouveia afundou e surgiu um verdadeiro buraco defronte à Prefeitura dos Palmares. A natureza teve pena que o buraco não foi maior para engolir o prédio da Prefeitura com todos aqueles que ludibriam nosso povo lá dentro para eles poderem ficar vivos e assistirem às reações naturais sobre os resultados do que eles maquinam de ruim, pois tudo é refletido nas reações da Forças da Natureza!
Alimentos, roupas e outras doações estão sendo estocadas em depósitos enquanto muita gente vítima das enchentes estão famintas, sem moradia e com frio!

Aqui neste site mantemos fielmente o registro dos fatos. Ficamos indignados com a maquiagem de fatos nas reportagens veiculadas em telejornais. Mas há algumas reportagens que mostraram a realidade do nosso povo. Mentiu quando se falou que o povo está bem assistido pelas ações governamentais! A realidade é que aqui está existindo um desgoverno: incompetência na limpeza das ruas, desencaminhamentos de doações, maquinações descabidas de assessorias do Estado!

Por este motivo mantemos nosso posicionamento de registro dos fatos sem vínculos com Partidarismos politiqueiros e fiéis às necessidades de expressões do nosso povo sofrido!

Como em outras épocas, prevemos que Palmares será cidade esquecida pela imprensa até ocorrer outra calamidade ou outro crime terrificante ou outro politiqueiro ou governante roubar ou matar! (crimes maiores são cometidos nos meandros da politicagem e há omissões diversas na sociedade sem divulgação)... A conivência de quem deveria denunciar é chocante porque em época de eleição muitas pessoas que escrevem e se dizem jornalistas estão penduradas em algum cabide de emprego de gabinetes de candidatos fazendo "as imagens" deles nas maquiagens do marketing sujo enganador do povo sem educação, faminto, ludibriado afastado dos bens culturais!

E para deixar registrada a Historia dos Fatos, eis aqui algumas reportagens de redes de TV que registraram algumas realidades em Palmares durante esse calamidade (que aumenta a cada dia):

Reportagens de TV sobre enchente 18 de Junho 2010 em Palmares:









Algumas reportagens veiculadas em Redes de TV sobre a situação que Palmares ficou após devastação de enchentes de Junho de 2010. Trechos de telejornais da TV Globo e do SBT. Prejuízos no comércio, casas desabadas e outras sem condições para moradores voltarem a residir; vítimas das enchentes pegando alimentos sujos de lamas defronte a supermercados que jogaram fora produtos danificados; a Praça Ismael Gouveia afundou e restou apenas uma imensa cratera defronte à prefeitura condenada junto com as edificações em redor; proliferações de doenças devidas aos dejetos e lamas; casos de leptospirose, diarreia, hepatite A; problemas de pneus furados pelos pregos e pedaços de metais na lama; a Praia da Boa Viagem no Recife foi invadida por lamas e dejetos das enchentes levados pelas correntezas do mar; Reportagem da TV Globo diz que Palmares foi completamente destruída pelas temporais; pontes destruídas; gente andando com máscaras se protegendo do mal cheiro e da poeira da lama seca; Mais de 100 mil pessoas perderam casas nas cidades atingidas pelas enchentes em Pernambuco e mais de 600 pessoas desaparecidas









Algumas reportagens veiculadas em Redes de TV sobre a situação que Palmares ficou após devastação de enchentes de Junho de 2010. Trechos de telejornais da TV Globo e do SBT. Parte 2:
A segunda enchente dentro do prazo de 10 dias (a primeira dia 18 e a segunda dia 28) no mês de junho de 2010 em Palmares - PE. Novamente a cidade cheia de lama!
Palmares em Estado de Calamidade Pública!
Comerciantes dizem que demorarão a reabrir lojas.
FAlta comida nas cidades atingidas pelas enchentes! E a chegada da ajuda é difícil por motivo das destruições das estradas e pontes!
Cenas na porta do supermercado por comida. Ao jogar fora produtos infectados pelas águas e lamas, a população pega para se alimentar! Não há uma fiscalização sanitária! Total desprezo e desgoverno na Cidade dos Palmares!
Luiz Carlos Lins, Proprietário do Supermercado Confiança e Vice Presidente da Câmara dos Diregentes Lojistas de Palmares, disse que teve que jogar fora 100 toneladas de produtos alimentícios danificados pelas enchentes!
A segunda enchente ocorrida dia 28 de junho foi resultado da subida de mais de 4 metros das águas do Rio Una! Foi menor que a anterior do dia 18 de junho mas foi semelhante à grande enchente ocorrida em 2000 que também devastou a Cidade!
Imagens da lentidão para retirar a lama da cidade e limpar as ruas dos dejetos. Após uma semana, a prefeitura ainda não limpou a cidade, mostra a reportagem. O povo limpa as ruas por conta própria promovendo mutirões!
O risco de andar descalço pisando nas lamas.
A disputa por água e comida.
O desespero de encontrar as casas derrubadas pelas enchentes.
Falta água, comida, roupas, energia elétrica...

*
*
*
Eu sou Jaorish, dentro do fato, registrando o fato como o fato ocorreu

* Cenas das devastações da enchente do dia 18 de Junho em Palmares

Trechos de um dvd da Produtora WR Video de Palmares, mostrando a devastação ocorrida na cidade durante enchente do dia 18 de Junho de 2010. Imagens impressionantes sobre como a cidade foi destruída e isolada por falta de acessos por estradas.




*
*
*

quinta-feira, 15 de julho de 2010

* Cenas Inundação DO DIA DA 18 DE JUNHO EM PALMARES

Uma sinopse de Imagens de UM DVD de WR Produções. Cenas da enchente do dia 18 de Junho/2010 em Palmares - PE. Uma Catástrofe Nunca Antes vista na Cidade !

* Moradores do Bairro Santo Onofre Revoltados com a Enchentes de Palmares em Junho/2010

Reportagem do Jornal O OLHO dia fez 13 entrevistas com moradores de Julho/2010 do Bairro de Santo Onofre, em Palmares do PE e denunciaram QUANDO Sobre reclamaram Enchentes ocorridas em Junho/2010 atingiram Que Aquele Bairro Alto Onde Ninguém Esperava Invasão de inundações das Águas . Povo s reclamando Falta de água encanada , saneamentos de Problemas , descontroles NAS distribuições das cestas básicas . etc

domingo, 11 de julho de 2010

* Forças Federais levando atendimento médico para Palmares - PE!

Hospital do Exército atendendo vítimas das enchentes de Junho de 2010 em Palmares – PE

REportagem do Jornal O OLHO foi ao HOspital de CAmpanha do Exercito Brasileiro, montado em Palmares - PE que está em estado de calamidade. O Hospital está atendendo vítimas das enchentes. Dois pacientes foram entrevistados e elogiaram o excelente atendimento do HOspital e disseram que seria bom ter um Hospital desse em Palmares sempre.


*
*
*

* Nosa reportagem flagrou Saque de loja após entrevista com empresário!

Eudécio, empresário Palmarense fala sobre enchente do dia 18 de Junho de 2010

Durante entrevista, o empresário Eudécio José de Aguiar Leite desabafa e denuncia sobre irregularidades de segurança e da defesa civil em Palmares na enchente do dia 18 de Junho de 2010. Após entrevista, reportagem flagrou saques na loja dele:


*
*
*

* Vice Prefeito dos Palmares resume prejuízos derivados das enchentes de Junho/2010

João Bezerra Vice Prefeito dos Palmares resume prejuízos na cidade nas enchentes de Junho de 2010

Professor JOão Bezerra, Vice Prefeito dos Palmares, resume os prejuízos sofridos na Cidade durante enchentes de Junho de 2010. Explica como o Governo do Estado está trabalhando para atender às necessidades do povo e como montou escritório de emergencia na Faculdade FAMASUL em Palmares - PE:

*
*
*

* Vice Prefeito dos Palmares fala sobre falhas na segurança e prevenção das enchentes!

João Bezerra, Vice Prefeito dos Palmares, explica falhas de segurança e prevenção durante nas enchentes junho de 2010

Professor João Bezerra, Vice Prefeito dos Palmares, explica sobre falhas na segurança da Cidade durante enchentes de Junho de 2010. Ele disse na entrevista cedida dia 7 de Julho, que policiais e bombeiros foram salvar suas famílias, equipamentos foram danificados pelas enchentes e tiveram medo!


*
*
*

* Secretário de Educação dos Palmares fala sobre prejuízos das enchentes!

Flávio MIranda explica prejuízos na Educação - Enchentes Junho 2010 em Palmares – PE

Entrevista cedida pelo Professor Flávio MIranda de Oliveira, no final da tarde do dia 7 de Julho/2010, na FAculdade de Formação de Professores das Mata Sul (FAMASUL), local onde está funcionando a administração da Prefeitura dos Palmares e escritório de apoio emergencial do Governo do EStado de Pernambuco.



Ele resumiu os prejuízos na área de Educação e explcou como a enchente afetou a Prefeitura, esclarecendo vários pontos sobre onde a administração funcionará e quando as aulas dos Educandários atingidos recomeçarão atividades.
*
*
*

quarta-feira, 7 de julho de 2010

* Professor Valter denuncia descasos com o Distrito de Pirangi - Palmares – PE

Dia 26 de Junho/2010 o Professor Valter Ferreira (professor de História da Rede de ensino pública do EStado e do Município) relatou à nossa reportagem do Jornal O OLHO sobre como o Distrito de Pirangi (Município dos Palmares - PE) está abandonado, sem apoios após enchente do dia 18 de Junho/2010. Foi levar mantimentos para família da sogra quer reside lá e ficou revoltado porque a comunidade abandonada e precisando de alimentos, colchões, água, etc.
*
*
*

* Wellington Melo denuncia irregularidades e omissões no atendimento às vítimas das enchentes de Junho de 2010 em Palmares - PE

Dia 26 de Junho/2010 Wellington Melo cedeu entrevista à reportagem do JOrnal O OLHO e denunciou como tentaram impedir suas ações em prol das vítimas da enchente do dia v18 de Junho/2010 em Palmares - PE. Criticou Governo Municipal.
Veja o clipe:


*
*
*

* Tião PM denuncia irregularidades de cadastramentos de vítimas das enchentes 2010 em Palmares – PE

Tião PM explana numa entrevista um exemplo de como há descoordenação no cadastramento de vitimas das enchentes de Junho/2010 em Palmares - PE. Ele relata o que coorreu na residência da mãe dele!
*
*
*

terça-feira, 6 de julho de 2010

* Empresário Rildo Braz desabafa e denuncia sobre enchentes em Palmares

O empresário Rildo Braz, proprietário de Supermercados, lojas de construção em Palmares e eu Catende, relata sobre descasos, descoordenações e outras falhas no atendimento às vítimas das enchentes de Junho/2010 em Palmares - PE.



Rildo Braz fala sobre os prejuízos sofridos e como suas tentativas de ajudar às vítimas cedendo água, mantimentos e transporte foi podada pela prepotência de policiais e pela estrutura centralizadora montada em Palmares. Denuncia que faltou assistência da Prefeitura dos Palmares e que isso será assunto para Reunião com o Governador. Denuncia que amigos tentaram trazer viaturas e caminhões pipas para Palmares e foram impedidos de entrar na Cidade.

*
*
*

* Poeta se inspira nas enchentes de junho2010 em Palmares – PE

Dia 6 de Julho/2010 a reportagem do Jornal O OLHO realizou entrevista com o Poeta Repentista Manoel José Filho (sócio honorário do Grupo Cultural dos Palmares - GRUCALP). Ele relatou como a família dele sofreu na enchente e compôs versos sobre a calamidade em forma de desabafo, profecia e denúncia. Falou sobre como a pomada da banha do peixe Baiacu que ele vende pode ajudar às vítimas das enchentes dos dias 18 e 28 de Junho/2010 prevenindo, curando e minorando dores.



Manoel José da Silva Filho, no seu ponto de vendas transferido da Praça Dr. Paulo Paranhos (local atualmente impossível de realizar atividades lá) para a Rua Coronel Austriclínio, na parte alta do Centro da Cidade dos Palmares - PE, mostra que Palmares continua A TERRA DOS POETAS porque ele não pára de decantar os fatos e até mesmo a enchente e seus resultados.

*
*
*

* Vítimas das enchentes de Palmares denunciam descasos e omissões!

Entrevistas realizadas nas ruas de Palmares no período entre 21 e 29 de Junho/2010.



Nas entrevistas, moradores de ruas vítimas das enchentes dos dias 18 e 28 de Junho/2010 desabafam e denunciam sobre omissões da Defesa Civil, falta de segurança da população, desencaminhamentos de cestas básicas, falta de água e energia elétrica, falta de limpeza urbana para retirar detritos das enchentes, etc.
Entrevistas com moradores dos logradouros: Rua Visconde do Rio Branco (Bairro Centro), Rua 15 de Novembro (Bairro de São Sebastião), Rua Capitão João Galdino (Bairro São Sebastião), Rua Coronel Izácio (Bairro Centro).
A revolta e a coragem de um povo sofrido, vítima de uma catástrofe.
*
*
*

segunda-feira, 5 de julho de 2010

* Comerciantes do Mercado Público denunciam sobre enchente em Palmares – PE

Dia 21 de Junho/2010 reportagem do JOrnal O OLHO entrevistou comerciantes do Mercado Público dos Palmares sobre enchente do dia 18 de Junho de 2010.



Denúncias sobre falta de assistência às vítimas da enchente e falta de avisos da Defesa Civil sobre a enchente o que provocou perderem tudo.
Revoltas de cidadãos e cidadãs reivindicando Direitos.

*
*
*

* Após enchente, zona rural abandonada em Palmares!

Dias 21 e 25 de Junho/2010, trabalhadores rurais procuraram reportagem do Jornal O OLHO para denunciar irregularidades sobre a enchente do dia 18 de Junho/2010. Eis o clipe:



Entrevistas com trabalhadores rurais do Municipio dos Palmares - PE, falando e denunciando sobre descasos e abandonos. A Zona Rural abandonada, sem assistência social e médica, sem ação da Defesa Civil e sem apoio dos bombeiros durante enchentes de Junho/2010!
Entrevistados procuraram reportagem do Jornal O OLHO para ter voz e denunciar para o mundo sobre os descasos durante e após uma catástrofe que gerou o caos social no Município dos Palmares.
Plantações, casas e pontes destruídas impedindo acessos às comunidades rurais. A sinceridade de trabalhadores rurais relatando.

*
*
*

* Presidente do Sindicato dos Comerciários denuncia sobre enchente em Palmares 2010!

Numa entrevista cedida ao JOrnal O OLHO dia 26 de Junho/2010:
Bacharel em Direito Valmir Andrade, Presidente do Sindicato dos Comerciários de Palmares, Água Preta e Catende comenta sobre a enchente do dia 18 de Junho/2010 e faz denúncias! As cidades de Palmares, Água Preta e Catende foram devastadas pelas enchentes dos dias 18 e 28 de Junho/2010.



O Bacharel Valmir Andrade, advogado Presidente do Sindicato dos Comerciários de Palmares, Catende e Água Preta (cidades atingidas e depreadas pelas enchentes dos dia 18 e 28 de Junho/2010), denuncia sobre distribuições de cestas básicas, explica sobre desemprego gerado pelas enchentes, falhas na limpeza da Cidade, etc. Valmir explica sobre ações emergenciais para evitar desempregos na Cidade e amparar quem ficar desempregado. Comenta como muita gente atingida pela enchente não recebe donativos enviados à Palmares enquanto várias famílias não atingidas estão recebendo. Faz apelos para que essas doações sejam entregues nas áreas atingidas. Pede que as vacinas cheguem ao povo. A grande necessidade é ter alimentos e remédios. É preciso ter água encanada e energia elétrica.
É preciso que limpem logo as ruas para evitar mais proliferações de doenças. Quando a lama secar vem a poeira que espalham doenças diversas.
Palmares está com o comércio falido e é uma cidade pólo , a capital da REgião Mata Sul de Pernambuco. Para Palmares vem compradores até de cidades do norte do Estado de Alagoas.
Ele diz que não devemos esperar pelo Estado que está muito por cima.
*
*
*

domingo, 4 de julho de 2010

* Enchente 2010 em Palmares (PE): Vice Presidente do CDL desabafa!

Abaixo, clipe com entrevista do Vice Presidente da Câmara de Diretores Lojistas dos Palmares (CDL-Palmares) cedida ao nosso Jornal. Ele fala sobre como houve omissões do Governo sobre avisos sobre a enchente e sobre falta de segurança durante e depois a catástrofe que arrasou comércio e residências da Cidade dos Palmares:



Aguardem mais clipes com denúncias e depoimentos.

EStamos registrando o fato como o fato acontece, sem maquiagens nem máscaras.

*
*
*

sábado, 3 de julho de 2010

* Exército monta Hospital de campanha em Palmares!

Hospital de Campanha do Exército Brasileiro montado com containers trazidos a Palmares. EStá localizado ao lado da Antiga Estação Ferroviária onde atualmente funciona a Fundação Casa da Cultura Hermilo Borba Filho. Vi Soldados do CPOR, Companhia de Guardas e 14º BLOG alojados nas imediações. Além do Hospital de Campanha, viaturas do Exército circulam na Cidade levando mantimentos para locais mais distantes, assim me foi informado.
Após promessas que a Aeronáutica montaria um Hospital de Campanha para suprir as necessidades do povo da Cidade dos Palmares vítimas da enchente do dia 18 de Junho, somente dia 1 de Julho isso foi realizado. Num estado de calamidade pública, os militares tomaram conta da cidade.

A Aeronática chegou logo em Palmares, segundo Rádios locais noticiaram, logo no dia 19 quando as águas ainda cobriam maior parte da cidade e áreas rurais. Mas o Hospital montado que começou a funcionar dia 1 de Julho foi ação do Exército Brasileiro
Conversando com o Tenente Coronel Harold, ele informou que logo no primeiro dia de funcionamento o Hospital atendeu 100 pessoas. Comentei que o Hospital precisaria ser divulgado para a população. O Exército trouxe para Palmares 3 pediatras e 3 clínicos gerais, além de enfermeiros, remédios emergenciais. O Oficial entrevistado confirmou que Palmares sofre surtos de dengue, leptospirose, gripe, hepatite A e diarreia.
Escombros do Pátio da Sulanca (feira de confecções e de produtos importados do Paraguai e China, etc vendidos a preços de facil acesso ao consumidor de baixa renda). Um comércio alternativo ambulante também no local funcionava. Vinham vendedores de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe (centros produtores de confecções no Agreste de Pernambuco) todas as sextas-feiras. A enchente destruiu totalmente o local, os comerciantes foram pegos de surpresa porque não houve medidas de precauções emergenciais avisando tais pessoas sobre a quantidade de água da enchente do dia 18 de Junho, como relataram. Quando veio a enchente do dia 28 nada mais havia para levar a não ser deixar mais lama!

O grande problema agora é a lama que ainda existe nas ruas da cidade.

Avenida Coronel Izácio, local que nunca antes foi invadido assim por uma enchente. Os moradores foram pegos de surpresa com invasão de águas a grande velocidade. A foto retrata como os detritos das casas ainda estão na rua.

Há casas e lojas ainda sem limpar porque o acúmulo de detritos nas ruas impedem acessos às edificações. O mal cheiro impregna o ar levando aos transeuntes das artérias públicas diversas doenças principalmente respiratórias. Quem consegue máscaras usa para proteger a respiração. Mas há uma maioria palpérrima precisando de amparos.

A Rua Visconde do Rio Branco (antiga Rua Nova) está cheia de crateras. O solo está afundando aos poucos. Casas estalando deixando moradores atônitos com medo de entrar e retirar o que restou após a enchente. Abaixo outra foto de escombros, moradores tentando lavar pertences numa poça de água de cheia e mais outra cratera dos afundamentos da rua citada.

Dia 28 de Junho houve outra enchente, -menor que a anterior, porém chegando perto o acumulo de águas na cidade por motivos dos detritos acumulados e galerias entupidas de lamas e lixos; -logo quando a população fazia mutirões para limpar casas e ruas. Os detritos foram acumulados novamente. Mais lama na cidade.

Esquina da Avenida Fausto Figueiredo e da AVenida 13 de Maio. Vemos na foto um frigorifico arrobado que também sofreu saques como todas as lojas do comércio porque houve abandono da cidade nos dias de enchente (faltou policiamento).


Este um exemplo de como ainda estão as ruas de Palmares. Na foto, postes de iluminação caídos, cabos de telefone, internet e de energia elétrica rompidos.

Estou gravando clipes com depoimentos, denúncias. Em breve teremos o material online no canal YouTube do Jornal O OLHO e neste site.

Eu sou Jaorish, sempre alerta e registrando o fato como o fato acontece.

Veja mais sobre as enchentes em Palmares:

*

*

*

terça-feira, 29 de junho de 2010

* Em Palmares o povo revoltado!

Ontem, dia 18 de Junho, de manhã, quando eu estava redigindo o Diario de Enchente, sobre sábdo, dia 19 de Junho, novamente cortaram energia elétrica e internet. Isso porque a cidade novamente invadida por ouma enchente após 9 dias da primeira deste ano dia 18 de Junho.
Sem energia elétrica, não pude editar os clipes. Hoje farei isso e colocarei no YouTube do Jornal O OLHO e nestas páginas do site do nosso periódico onlinel.

Mas aqui farei um resumo de emergência, enquanto não coloco os clipes online.

Quem está documentando tudo aqui em Palmares, com clipes e fotos sou eu e o publicitário e técnico designer Denilson Vasconcelos (Jade Artes, empresa que foi arrasada pela enchente, restou apenas a máquina fotográfica dele com a qual está registrando muita coisa).

Desde a tarde de domingo, 27 de Junho, novamente outro pânico e desespero coletivo aqui em Palmares quando a Defesa Civil anunciou outra enchente e pediu desocupação as áreas atingidas. À noite a cidade estava deserta. E novamente o policiamento desapareceu, tanto que não pude registrar o início da enchente que iniciou em Palmares por volta da meia-noite. Era perigoso circular pelas ruas desertas repletas de bandidos ansiando arrombar residências.
Somente ontem no final da tarde apareceu uma viatura policial circulando pela cidade com 4 policiais. E deram prioridades a uma área onde existe um depósito de alimentos de um empresário que perdeu 70% do que existia no armazém da Avenida Nossa Senhora de Lourdes. À noite uma viatura passou por ruas do centro da cidade, com uma sirene tocando e depois sumiu!
Há notícias de assaltos, arrombamentos.
Um rapaz de nome Fernando veio de moto visitar o pai na vizinha Cidade da Água Preta (outra cidade arrasada pela enchente) e foi assaltado, vítima de violência, está no Hospital da Restauração. Parece que ficará paraplégico.
As noites desses dias são de terror total. Medo pelas ações das gangues!


Somente ontem à noite as águas da enchente foram evacuadas aos poucos. Mas diante de tantos dejetos, lamas entupindo os esgotos, ainda há água empoçada em vários locais da cidade.
Registrei denúncias de pessoas revoltadas, vítimas da enchente daqui do Centro da Cidade, relatando a falta de assistência médica, sem receber alimentação, roupas e colchões. Quem tem roupas, não pode lavar por falta de água encanada e de material de limpeza.

É primordial enviar cloro para Palmares urgentemente!
Em 2000, quando houve uma enorme enchente em Palmares (não chegou ao nível da enchente do dia 18 deste mês, mas na época foi a maior da nossa história somente superada pelas enchentes atuais), a cidade teve rapidamente caminhões pipas com água potável e com detergente! O povo está vendo a diferença atualmente porque agora tem tanta gente discursando e dizendo que os Governos Federal e Estadual estão agilizando ações...

Quem tem dinheiro no banco não pode tirar porque os bancos estão sem funcionar (somente a Agencia da Caixa funciona com uma fila enorme). E mesmo com dinheiro, as poucas mercearias existentes nos bairros altos, nos morros, tinham pouco estoque antes da enchente por serem de micro empresários, não suportanto o aumento de clientes.
Um empresário dono de uma padaria da periferia sobre um morro do Bairro São Pedro (antiga Cohab II), comentou que pela primeiro vez desde que iniciou seu negócio há muitos anos, conseguiu faturar 16 mil Reais num único dia.
Há revolta popular diante de donos de mercearias explorando a falta de produtos. Na falta de energia elétrica, houve quem vendesse uma vela por 5 Reais! E o aumento do preço do bujão de gás chegou a 80 Reais cada butijão. Água mineral vendida ao preço de até 20 REais o butijão de 10 litros!
Pior foi saber através até de notícias de rádios locais que um empresário local trouxe 22 caminhões pipas cheios de água mineral e a entrega foi proibida entrar na cidade.
Um grande absurdo! Não é momento para discriminação política. Não é momento para ver partido de A ou de B ou de C. O importante é manter união e solidariedade.
Ontem gravei depoimentos de moradores da Avenida Coronel Izácio, BAirro Centro que muito me emocionou. Os moradores reclamando a falta de apoio, falta de ação para limpeza das ruas (aquela avenida está do mesmo jeito desde quando as águas baixaram dia 20 de Junho). Mas disseram que a partilha existe, um morador ajudando o outro. Se alguém recebe ajuda enviada por familiares e amigos, distribui entre os vizinhos. Naquela avenida como em vários locais da cidade, o povo capta água das chuvas caídas através das calhas dos telhados! Senão estariam passando sede e sem água para a higiene mínima necessária para a sobrevivência.

E sobre higiene, essa a grande preocupação. A cidade está com surtos de dengue, diarréia, hepatite A, leptospirose, gripes, tosses, problemas renais, võmitos, etc.
Não há medicamentos na cidade. As farmácias falidas, sem os produtos chegarem ao povo.

PALMARES PRECISA URGENTEMENTE DE EQUIPES MÉDICAS E DE MEDICAMENTOS DE EMERGÊNCIA, VACINAS...


Foi prometida montagem de um Hospital de Campanha da Aeronáutica e até agora nada foi montado! Os militares Federais (Exército e Aeronáutica) chegaram em Palmares dia 19 de Junho e nada até agora foi feito nesse sentido.
Há crianças andando e brincando dentro das águas contaminadas que invadem a cidade e nas poças. Ontem filmei clipe de crianças brincando assim e o Conselho Tutelar (cuja Sede não foi atingida pelas águas) e outras autoridades que deveriam orientar e vigiar estão sem ação!
O Supermercado que esteve e está em amplo funcionamento é o do Prefeito (Supermercado do Beto), bem sortido. Hoje a Rádio Cultura dos Palmares anunciou no Jornal matinal Cultura e o Seu Redator que mercadinhos de bairros periférios onde não houve enchente, estão abrindo e vendendo produtos e houve denúncias de abusos de preços.
Palmares está sem água encanada. Novamente esperar que cheguem caminhões pipas para abastecer a Cidade.
O Rio Una continua com água. Chuvas deram trégua hoje, mas no agreste, onde ficam as nascentes dos rios desta Bacia do Rio Una, continuam chuvas torrenciais. Isso que deixam todos preocupados porque as represas ficam cheias. A Defesa Civil do Estado diz que está monitorando todas as represas e avisará qualquer outra emergência.
Estamos apenas no início do inverno. Meses de Julho e Agosto há mais precipitações pluviométricas e eis o ponto de maior preocupação e medo coletivo.

Mais tarde relatarei outras informações e farei o possível para ainda hoje colocar online os clipes com depoimentos, denúncias, imagens das enchentes do dia 18 de Junho e do dia 28 de Junho. Imagine os estragos de duas enchentes grandes num espaço de apenas 10 dias! Quando os desabrigados estavam lavando residências e fazendo mutiroes para limpezas das ruas, novamente a cidade foi invadida por enchente, trazendo mais dejetos e lamas para as ruas e casas!

Muita gente desesperada querendo sair da cidade. Empresários arrumando o que restou para se mudar de Palmares e ir morar e montar negócios numa cidade na parte mais alta do Estado, no Agreste ou Sertão.

Aguardem os clipes e fotos! EStou dependendo de oportunidades de acessos à internet e da regulzarização da energia elétrica. Creio que hoje poderei fazer isso e colocar mais informações no Diário da Enchente.

Eu sou Jaorish, de prontidão relatando e registrando o fato como o fato acontece.


- Exército monta Hospital de campanha em Palmares!(atualização 2/julho/2010)
28 de Junho de 2010- Palmares sofrendo outra enchente...
- Diário de uma enchente - Sexta-feira, 18 de Junho de 2010
- Diário de uma enchente - Sabado, 19 de Junho de 2010.

*
*
*

segunda-feira, 28 de junho de 2010

* 28 de Junho/2010: Palmares sofrendo outra enchente!

Imagens captadas da minha residência na Rua Antonio Becco, 138, Bairro Centro de Palmares. Da porta da minha residencia fotografei hoje de manhã, por volta das 7h. as imagens mostrando o Rio Una invadindo novamente ruas de Palmares. Acima, Rua do Rio e Avenida Ascenso Ferreira. Ao fundo, trecho da BR-101 destruido (todo o trecho da BR-101 ao redor de Palmares está destruído).
Ontem, 27 de Junho, domingo, contingente do Exército Brasileiro aquartelao em Palmares nesses momentos de emergência após enchente iniciada dia 18 de Junho, anunciou que mais águas viriam para nossa Cidade. Ordenou que as pessoas saissem das áreas afetadas na enchente anterior (algumas familias voltaram teimosamente para as casas em áreas de risco que estão com terrenos cedendo e casas condenadas).
Ontem foi uma tarde de expectativas e desesperos novamente. E a espera durante a noite e madrugada quando as águas novamente invadiram Palmares (aguardem fotos e vídeos ainda hoje).

Parte baixa da Rua Antonio Becco sendo invadida (na esquina o predio da Loja Maçônica Fraternidade Palmarense Nº1 que teve andar terreo totalmente submerso. E antiga rua Nova, Avenida Ascenso Ferreira e Rua do Rio cheias de dejetos tirados das casas, lama, etc. dificultando escoamentos das águas da nova enchente que se inicia.


Da minha residência podemos ver as imagens das águas invadindo a Rua Rio, Avenida Ascenso Ferreira, Rua Visconde do Rio Branco (antiga Rua Nova).

Cidade novamente sem água potável encanada. Escassês de alimentos e água potável continua.
Bancos fechados. Tudo arrasado! Quem tem dinheiro em Bancos não pode retirar. Produtos em geral faltando na Cidade nos poucos pontos de mercearias nos bairros dos morros de difícil acess por motivo de muita lama. Há lugares na cidade que a lama chega na cintura!

Ontem à noite, novamente a cidade sem policiamento. Registrei imagens do Centro da Cidade, por volta das 23h até à meia-noite, sem nenhuma ronda policial. Ruas desertas, povo com medo foram para os morros. Máquinas escavadeiras abandonadas nas áreas altas. CELPE trouxe geradores de emergencia com holofotes de iluminação porem estavam desligados, apenas guardados nas partes mais altas.

Aqui em Palmares e em outras cidades da Bacia do Rio Una há grande apreensão e desespero.
Foz do Rio Pirangi (desemboca no Rio Una em Palmares). Foto de 8 de fevereiro de 2004.
Foto da Foz do Rio Panelas (desemboca no Rio Pirangi na Cidade de Catende, pertinho de Palmares). Foto de 8 de fevereiro de 2004. Catende sofreu muito com a enchente do dia 18 de Junho/2010.
Palmares sofre muito porque no Rio Una desembocam rios importantes vindos do Agreste Pernambucano, entre eles Rio Pirangi (no qual desemboca o Rio Panelas aqui pertinho, na Cidade de Catende) e o Rio Prata (que tem uma grande represa provocando horror durante o inverno diante do abandono há anos e grande volume de águas que armazena). A Barragem do Rio Prata é o grande temor de todos que residem nas cidades logo abaixo dela.
Barragem do Prata. Imagem interna, de lado da Barragem. O Paredão é enorme por fora. E atualmente está com águas nos limites do paredão. Foto do dia 8 de fevereiro de 2004 quando fui monitorar lá com o Vereador Iraquitan Oliveira (PC do B).

* Diário de uma enchente - Sabado, 19 de Junho de 2010

Madrugada de Sábado, 18 de Junho de 2010:

Quem dormiu em Palmares? Eis a questão!... Eu madruguei e fiquei vigilante. Mas diante da falta de energia elétrica e minha máquina fotográfica falhar, falta de bateria, não pude registrar o ápice do nível da enchente. Somente ao amanhecer do Sábado 18 de Junho pude registrar em video e fotos com minha filmadora o que ocorria em Palmares.

Os saques continuando e bem mais abertos diante do povo... (aguarde fotos e clipes de todos os momentos e entrevistas com denúncias)...
Aguarde o restante do relato sobre essa semana calamitosa! Por motivos de falta de energia elétrica e de sinal de internet não pude terminar esse diário. Mas redigirei tudo como verdadeiramente ocorreu, bem diferente do que está veiculado pela tv.

* GRUCALP É PONTO DE CULTURA DO MINISTÉRIO DA CULTURA!


PALMARES TEM PONTO DE CULTURA RECONHECIDO VERDADEIRAMENTE PELO MINISTÉRIO DA CULTURA E FUNDARPE!

Foi divulgado o resultado do julgamento do mérito cultural e planilha financeira dos projetos de entidades culturais de Pernambuco que concorriam a Pontos de Cultura do Ministério de Cultura!
Inicialmente anunciando que seriam mais 40 pontos de cultura somados aos 116 existentes no Estado de Pernambuco, uma articulação da FUNDARPE e Ministério da Cultura, o numero foi aumentado para 50 Pontos de Cultura anunciados sexta-feira, dia 4 de junho, no resultado sobre entidades culturais vencedoras da segunda fase do 1º Concurso de Seleção para a Implementação de Pontos de Cultura do Estado.
A Região Mata Sul foi agraciada com 5 Pontos de Cultura: 1 em Palmares (GRUCALP – Grupo Cultural dos Palmares), 1 em Joaquim Nabuco (Centro de Educação Musical de Joaquim Nabuco - CEMJN), 1 em Chã Grande (Cooperativa de Trabalho Técnico e Difusão) e 2 em Rio Formoso (Associação dos Agricultores da Comunidade de Siqueira e Centro de Educação de Música de Rio Formoso - CEMRF).
Os projetos aprovados receberão o repasse financeiro anual do Ministério da Cultura, num período de três anos, para desenvolvimento de atividades ligadas à cultura. Outro ganho para Pernambuco foi a garantia de distribuição dos projetos conveniados pelas 12 Regiões de Desenvolvimento (RDs).
Os Pontos de Cultura, juntamente com outras 13 ações, compõem o Programa Mais Cultura, que integra a Agenda Social do Governo Federal. Organismos vitais para a construção e manutenção de uma política pública para o setor, os Pontos de Cultura têm, em Pernambuco, um papel importantíssimo na consolidação das ações governamentais. Por meio deles, a Fundarpe vem modificando a realidade de diversas comunidades vítimas da violência.
E Palmares rejubila-se com a vitória do GRUCALP aprovado como Ponto de Cultura, entidade cultural que empreende atividades artísticas diversas durante esses 48 anos de existência, onde a maioria dos artistas palmarenses em amplo engajamento artístico beberam do néctar desta colméia grucalpense de perseverança na construção da intelectualização e incentivo às nossas tradições da Terra dos Poetas.
GRUCALP tem sede provisória funcionando no Museu Telles Júnior (Rua Antonio Becco, 144 – Bairro Centro de Palmares) e mantém o Nùcleo Oficina de Artes Cênicas e Cineclube na Avenida 13 de Maio, no primeiro andar sobre a Palmavidros.
CLIQUE AQUI E VEJA O SITE DO GRUCALP (está precisando atualizar)
*
*
*

domingo, 27 de junho de 2010

* Diário de uma enchente - Sexta-feira, 18 de Junho/2010


Parte mais baixa da Rua Tenente Antonio Becco, vemos o prédio da Loja Maçônica Fraternidade Palmarense Nº1 onde se localiza o Colégio Dimensão. No outro extremo, na parte alta desta rua é onde se localiza minha Residência e o Museu Telles Júnior! No nível que as águas chegaram, cobriu o nome do Colégio Dimensão. Fotografia realizada ao lado da Oficina de Rubão que sofreu invasão de água também.


Relatarei aqui uma sinopse do que observei durante a enchente iniciada sexta-feira, 18 de Junho de 2010. Para os internautas compreenderem como a Cidade dos Palmares foi vítima de uma hecatombe fluvial.
Hoje, domingo, 27 de Junho. Após restabelecimento da energia elétrica na rua onde resido e a provedora enviar sinal via cabo ainda nesta tarde, eu pude colocar online um relato. Gostaria de poder relatar diariamente porém não foi possível diante do corte das redes de transmissão de energia elétrica por segurança e as danificações de posteações, cabos de internet e invasão de água de enchente no prédio da provedora Onlife Internet Provider.
Aos poucos, após editar clipes gravados durante a enchente eu os colocarei online no Canal Youtube do Jornal O OLHO.


Sexta-feira, 17 de Junho de 2010.

Cedo do dia telefonei para o amigo poeta odontólogo Juarez Carlos da Silva (Vice-Presidente do GRUCALP) para conversar sobre Reunião da Diretoria do GRUCALP no sábado dia 18 (reunião que não ocorreu diante dos problemas de enchente que sucederam). Juarez Carlos disse que não poderia ir à Reunião porque estava saindo para a Cidade de Belém de Maria, pois soube de enchente a ocorrer naquela cidade.
Por volta do meio-dia eu soube de grande enchente invadindo as Cidades de Belém de Maria e Catende. Rádios de Palmares noticiavam sobre muita água a vir para a cidade e pedindo ao povo para se precaver.
Algumas coisas me deixou preocupado. Inicialmente sobre água potável e alimentos a serem estocados. Mas água faltava nas torneiras desde cedo. Ao acordar, "tomei banho de cuia" naquele dia.
Lembrei do amigo Juarez Carlos. Telefonei para a casa dele e soube que ele não pôde passar na estrada rumo à Cidade de Belém de Maria e iria colocar todos os móveis e eletrodomésticos no primeiro andar da casa dele.
Fui à feira, sob chuva intensa. Ao comprar frutas, conversei com os feirantes dizendo que muita água viria para Palmares. Disseram que não adiantava tentar sair da cidade porque os transportes não mais passavam. Passavam alguns minutos das 14 horas.
Da feira fui ao Supermercado. E os comerciantes haviam fechado algumas lojas naquele horário. A água da enchente invadindo as ruas do comércio.
Por volta das 16 horas a água mineral estava escassa. Encontrei apenas dois botijões de 5 litros. Levei para minha casa e fui filmar as ruas sendo invadidas pelas águas. Preocupado sobre água potável porque o depósito de água da minha residência estava quase vazio e não tinha água para encher ele.
Observando a enchente, vi que a correnteza estava veloz. Grande correnteza foi logo se implantando no centro da cidade, eu com cuidados para não ficar ilhado e impedido de voltar para minha residência.


Avenida 13 de Maio (tendo numa esquina o Sindicato Rural dos Palmares e noutra esquina o Ginásio Municipal) onde se localiza o Núcleo Oficina de Artes Cênicas do GRUCALP.


Após ao jantar, por volta das 20 Horas, a enchente se mostrava ser maior e mais veloz ao invadir as ruas que a enchente de 2000 (quando o Centro Cultural dos Palmares - SEde do GRUCALP e do Núcleo Municipal da União Brasileira de Escritores foi danificado).
Desde por volta das 15h. não vi mais nenhum policial nas ruas de Palmares. EStranho isso. Em 2000, quando houve uma enchente de grandes proporções que quase destruiu Palmares, havia policiamento Civil e Militar. E os bombeiros sumiram também, mesmo sendo Palmares sede de uma Companhia de Bombeiros Militares. Em 2000, além de policiamento intenso nos locais não atingidos, houve rondas de policiais em botes para impedir saques. Mas nesta enchente, gangs arrombaram lojas e saquearam abertamente diante dos que estavam às margens das águas da enchente, assistindo ao tétrico espetáculo da revolta fluvial invadindo a Cidade.

Invasão de águas na Avenida Coronel Austriclínio (vemos ao fundo a Rua Pedro Paranhos e Sulanca).


A grande surpresa foi ver uma grande correnteza na Avenida Coronel Izácio com água vinda de Piranji se encontrando com águas vindas da Praça Dr. Paulo Paranhos.

Quando eu estava filmando e fotografando a Avenida Coronel Izácio (foto acima) houve corte de energia elétrica (como medida de proteção porque a cidade estava invadida por grande volume das águas do Rio Una).
O povo ficou aterrorizado ao ver que a enchente estava chegando a lugares nunca antes invadidos por enchentes em Palmares. O medo das águas subir mais era geral. Para onde ir? Para onde mais as águas subirão?

Rua da Aurora sendo invadida pelas águas da enchente



Comentários abordavam como a Defesa Civil do Estado não preveniu a quantidade de água da enchente e como os avisos foram feitos atrasados restando pouco tempo para retirar pertences de lojas e residências.
O sofrimento implantado. Madrugada de terror, medo, desespero. Gritos lamentando perdas materiais. Muita gente desmaiando e aparecendo molhada dizendo que tudo perderam, não houve tempo para retirar os pertences. Outros com medo das águas invadir casas perto das margens dos limites das águas parecendo ainda querer mais espaços para invadir...
O frio implantado na cidade. Muita água atraindo o frio. Barulhos de prédios e casas desmoronando.
As gangs arrombando e retirando produtos eletrodomésticos e móveis das lojas, enlatados de supermercados, etc. Tudo sob os olhares estupefatos dos espectadores.

O sinal dos celulares começaram a falhar. Inicialmente a TIM ficou sem sinal e depois a OI. Telefones residenciais foram desligados também. Mas ainda tive tempo de procurar saber o paradeiro de alguns amigos cujas residências ficam em áreas atingidas.

Muita chuva caindo durante a noite e madrugada. Uma madrugada de desesperos!

O povo comentando sobre como o caos foi promovido ao observar como a falta de informação, policiamento e resgates.

Notícias sobre pessoas desaparecidas e em locais precisando resgate se espalhou na multidão, completando o quadro de amarguras e desesperos coletivos.

Continuarei o relato.

Obs.: O relato continuará. Colocarei aqui o diario da semana da enchente! Aguarde enquanto redijo devagar.



- Exército monta Hospital de campanha em Palmares!(atualização 2/julho/2010)
- Em Palmares o povo revoltado (relato atual de 29/06/2010!
28 de Junho de 2010- Palmares sofrendo outra enchente...

- Diário de uma enchente - Sabado, 19 de Junho de 2010.

Eu sou Jaorish

*

Notícias sobre a tragédia de Palmares

*** AVISO AOS AMIGOS SOLIDÁRIOS DO JAORISH! ****




Consegui contato telefônico com ele via celular, e me passou seu login para que eu pudesse fazer um comunicado à todos:


A cidade de Palmares continua um caos, com a enchente que se abateu sobre ela. Segundo o Jaorish, a imprensa não está divulgado um terço da calamidade por questões políticas. Estão sem energia elétrica, telefonia fixa, internet, água potável e alimentos. A maioria das lojas e supermercados foram afetados e o que não se perdeu foi saqueado. Os bancos continuam fechados.


A pouca ajuda que tem chegado, como doação de cestas básicas, estão sendo DESVIADAS. 20 caminhões pipas foram impedidos de entrar na cidade, porque o empresário que fez a doação é "persona non grata" de políticos no poder.


O Jaorish está muito abalado com tudo o que tem presenciado e está registrando os fatos com filmadora em punho para espalhar muitas denúncias graves tão logo consiga ir a uma cidade próxima e usar a internet.


Segundo ele, a enchente chegou muito próxima da sua casa, mas felizmente não teve seu lar afetado. Contudo, recebi uma mensagem dele no meu celular hoje, que a polícia apareceu por lá EVACUANDO TODO MUNDO, PORQUE FORAM ALERTADOS DE UMA NOVA INUNDAÇÃO. Ainda não me inteirei do que está ocorrendo porque liguei e não consegui novo contato. Mas pelo que o Jaorish havia me contado, os estragos seriam muito menores se a administração pública não tivesse aberto as comportas da barragem de uma só vez. A chuva sozinha não teria causado tanto prejuizo.




*** COMO AJUDAR? ***


Quando perguntei como poderíamos ajudar, ele disse que se desejarmos contribuir para sua ONG com algum depósito, o dinheiro será REVERTIDO para ajudar irmãos necessitados, uma vez que muita gente está sem teto, passando fome e sede, porque não tem recebido apoio do governo. O presidente esteve lá, posou para fotografias em um local seco, disse que ia liberar verbas, que seria montado um hospital de Campanha, mas até ontem NADA havia sido feito. A DESORGANIZAÇÃO É TOTAL!


Os celulares do Jaorish voltaram a funcionar este fim de semana e são o único meio de comunicação que ele tem. Entretanto, ele não tem onde colocar créditos, de modo que, se amigos puderem por CRÉDITO em seus celulares já é de grande auxílio.


OI - 81- 8837.3366 TIM 81 9937-6239 81- 3661-4348 (fixo que funcionou algumas horas e parou)


*** DADOS PARA QUEM PUDER AJUDAR FINANCEIRAMENTE ***

Grucalp - Grupo Cultural dos Palmares - CNPJ - 12.886.255/0001- 82


Banco do Brasil - agencia 0115-5 c/c 22.945-8


**** AOS AMIGOS DO NORDESTE ****

Que puderem enviar Alimentos, cobertores, roupas usadas, colchões, calçados, água potável. Mas ele repetiu várias vezes, não permitam de jeito nenhum que chegue à prefeitura, ou qualquer órgão ligado ao poder público, pelos motivos já explicados. O que chegar, ele e seus amigos, se encarregarão de direcionar a quem mais necessita.

Pessoal de Pernambuco, Bahia, Ceará, Paraíba, Alagoas e redondezas, a hora da solidariedade é esta!



Endereço para envio: Museu Telles Junior - Rua Tenente Antonio Becco, 144 Centro Cep: 55540-000 (próximo à Caixa Econômica) Palmares, PE

Para acompanhar as noticias via radios online:

Rádio Cultura dos Palmares: www.rcpalmares.com.br
Rádio Cidade dos Palmares FM: www.cidadefmpalmares.com.br
Rádio FArol de Catende tem Plantão Enchente: http://www.radios.com.br/play/1_farol907pe-br.htm



*************
A HORA DA SOLIDARIEDADE É ESTA PESSOAL!


Namastê

quarta-feira, 21 de abril de 2010

* JAORISH ENTREVISTADO HOJE NA RÁDIO CULTURA DOS PALMARES!

HOJE, NO PROGRAMA FALANDO SÉRIO, DA RÁDIO CULTURA DOS PALMARES, JAORISH SERÁ ENTREVISTADO E FALARÁ SOBRE O PROJETO CINE + CULTURA, NO QUAL O GRUCALP FOI CONTEMPLADO PELO MINISTÉRIO DA CULTURA E FUNDARPE.
OUTRO ASSUNTO QUE SERÁ ABORDADO: ASSEMBLÉIA DE SÓCIOS DO GRUCALP A SE REALIZAR NESTE DIA 21 DE ABRIL, DIA NACIONAL DA LIBERDADE, DEFRONTE AO MUSEU TELLES JÚNIOR
JAORISH TEM A PECULIARIDADE DE EXPOR OPINIÕES E POSICIONAMENTOS CUNTUNDENTES E POLÊMICOS, COM AUTENTICIDADE E SINCERIDADE. QUANDO VAI A PROGRAMAS DE ENTREVISTAS MOSTRA UM ENGAJAMENTO CULTURAL E HISTÓRICO E VÍNCULO COM AS VERDADES DOS FATOS.
O PROGRAMA PODERÁ SER OUVIDO VIA INTERNET ATRAVÉS DO SITE DA RÁDIO CULTURA DOS PALMARES É: www.rcpalmares.com.br

* GRUCALP FARÁ ASSEMBLÉIA DE SÓCIOS NO DIA NACIONAL DA LBERDADE!

Ocorrerá hoje, às 7 horas da noite, defronte ao Museu Telles Júnior, na Rua Tenente Antonio Becco, Bairro Centro, em Palmares - PE, a Segunda Assembléia de Sócios do GRUCALP do ano de 2010.
Na Pauta teremos assuntos principais: Reforma da Diretoria e Conselho Fiscal, aprovação de novos sócios, comemoração do DIA NACIONAL DA LIBERDADE, Projetos do GRUCALP aprovados pelo Ministério da Cultura. Na programação o Cine GRUCALP exibirá documentários e o Jornal O OLHO no telão com 15 metros quadrados que instalamos defronte ao Museu Telles Júnior e mantemos exibições noturnas de filmes grátis. Teremos apresentações teatrais, de dança e poesia, seguindo nosso costumeiro estilo de ação cultural de rua como fazemos há algumas décadas. Programação aberta para artistas.

* CINEKUT: COMUNIDADE SOBRE CINEMA DO ORKUT EM AÇÃO!

Alguns jovens palmarenses criaram uma comunidade sobre cinema no Orkut com o nome de CINEKUT e estão em ação na Cidade dos Palmares e Região Mata, numa parceria com o GRUCALP.
Nossa reportagem entrevistou dois líderes do Movimento de Cinéfilos que falaram sobre o primeiro evento da ação cultural empreendida com garra:



*
*
*